• Postado por Tiago

Manezinhos seguem invictos na Superliga

A Cimed/Malwee só teve pedreiras nesse início de Superliga masculina de vôlei 2009/2010. O time de Florianópolis, que tinha vencido seus três primeiros confrontos na competição nacional, conseguiu sua quarta vitória após uma virada sensacional contra a Ulbra/São Caetano. O jogo rolou na noite de sexta-feira, em São Caetano do Sul, no ABC paulista, e os gigantes manezinhos ganharam por 3 sets a 2, com parciais de 22/25, 20/25, 25/9, 25/19 e 17/15, em 2h14 de partida.

O jogo começou com o saque da Ulbra fazendo a diferença, principalmente com William Rafetti e com o experiente Gilson. Pra piorar, os manezinhos desperdiçaram muitos ataques e o time da casa fechou em 25 a 22, num ataque de Gilson. A segunda parcial foi parecida. O bloqueio e o ataque dos paulistas funcionaram com perfeição e a Cimed seguiu errando. Resultado, 25 a 21 pra Ulbra, após erro de saque catarinense.

Quando parecia que a vaca iria pro brejo veio a reação da Cimed, que massacrou no terceiro set. O bloqueio barriga-verde melhorou e o time fechou em fáceis 25 a 9. O bloque catarina seguiu fazendo estragos na quarta parcial e os tricampeões da Superliga ganharam por 25 a 19, levando o jogo pro tie-break. No quinto e decisivo set, equilíbrio total. Após empate em 15 pontos, um ataque de Lucão e um bloqueio de Bob decretaram a quarta vitória da Cimed na competição: 17/15 e invencibilidade mantida.

O técnico Marcos Pacheco destacou a reação de seus pupilos. ?Sabíamos que seria um jogo duro porque se trata de um adversário experiente. Mas a Cimed tem uma característica: não desiste nunca. Depois de perder os dois primeiros sets, o time teve que se acalmar, e com algumas mudanças de estratégia a equipe entrou no jogo a partir do terceiro set. Nesse momento que o time cresceu e mostrou que não desiste nunca?, afirmou o treinador.

A equipe de Florianópolis volta à quadra na quinta-feira. Em casa, no ginásio Capoeirão, encara o Lupo/Náutico, a partir das 20h.

Só derrotas

Se a Cimed é só alegria na Superliga masculina, a estreante Pauta/São José ainda não sabe o que é vencer entre as minas. Em sua segunda partida pela Superliga feminina, a equipe catarinense perdeu sábado à noite pra campeã paulista Pinheiros/Mackenzie. O jogo rolou no ginásio Forquilhão, em São José, e as visitantes levaram a melhor por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/12 e 25/22, em 1h20.

Apesar da surra, o técnico das catarinas Carlos Henrique gostou do que viu. ?Já melhoramos bastante, corrigimos a distribuição das atletas em quadra e o entrosamento aos poucos vai chegar. Acredito que lá pela quinta partida já alcançaremos um rendimento bem melhor?, disse. Caso as previsões do treinador-vidente se confirmem, a reação será no clássico regional, contra a Cativa/Brusque.

A equipe de São José viaja nesta quarta-feira pra mais dois jogos. Na quinta, às 20h, encara o Usiminas/Minas. No dia seguinte, às 17h, o desafio será contra o Mackenzie/Newton Paiva. As duas partidas rolam em Belo Horizonte/MG.

  •  

Deixe uma Resposta