• Postado por Tiago

A partida de hoje à noite, às 19h, entre Volta Redonda e Cimed/Malwee, no Rio de Janeiro, pela 15ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei, terá uma atração à parte: o bloqueio das duas equipes. Líder nesse fundamento, com 148 pontos e 23,79% de aproveitamento, o time de Florianópolis tem como principal arma o meio Lucão, da seleção brasileira. Ele é o melhor bloqueador do campeonato, com 33 pontos anotados.

Do lado carioca estará o central Douglas, que tem 23 pontos de bloqueio e é o principal responsável pra que o Volta Redonda seja o segundo melhor time nesse fundamento, com 125 acertos e 22,73% de eficiência.

Deixando as estatísticas de lado, o técnico da Cimed, Marcos Pacheco, só quer uma coisa. “A gente vai pra buscar a vitória. Depois, se o Lucão tiver um sucesso maior que o Douglas, legal. Mas o mais importante é a vitória”, lasca o treinador, que não sabe se o meia jogará toda a partida.

Lucão também poderá marcar o seu 100° ponto de saque. Pra isso, bastará anotar três pontos. É um motivo a mais pros manezinhos vencerem o jogo e alcançarem a liderança. “O time deles não ocupa uma boa colocação, mas é um time com bom bloqueio. Temos que passar bem pra bola chegar ao Bruno e passar pelo bloqueio deles”, diz o técnico da Cimed.

  •  

Deixe uma Resposta