• Postado por Tiago

A Polícia Militar de Itajaí foi chamada na tarde de segunda-feira pela diretora do colégio Ariribá, na Praia Brava, após um dos alunos ter chegado com o braço todo esfolado na aula. O gurizão de 15 anos acusou o pai, U.L.V., 59 anos, de ter descido a lenha nele antes de sair de casa. Os policiais foram até a baia da família e prenderam o machão sob acusação de espancar o adolescente.

Pai e filho foram parar na delegacia da mulher e do adolescente. O garoto, depois de prestar depoimento e confirmar a violência sofrida, foi entregue aos cuidades de um tio. O pai foi liberado depois de contar sua versão da história, mas vai ter que se entender com o Conselho Tutelar, que vai decidir com quem o menino deve ficar.

A prisão rolou por volta das 15h, na rua Olímpio Manoel Cabral, também na Praia Brava. O rapaz disse à polícia que os espancamentos eram comuns. U. estava em casa quando os policiais chegaram e foi levado direto pra delegacia.

O paizão machão também vai responder um inquérito policial e depois terá que dar suas explicações à dona justa.

  •  

Deixe uma Resposta