• Postado por Tiago

O circuito de cicloturismo da Costa Verde & Mar tem um charme especial, quase místico, para quem gosta de andar de bicicleta. No roteiro, a vontade de vivenciar novas experiências e paisagens são atrativos poderosos para quem busca se libertar do estresse do dia-a-dia, em contado direto com a natureza.

O cicloturista Carlos Beppler, que ajudou a elaborar o circuito, lembra que a vontade de viajar é um sentimento que nos acompanha desde a infância. O roteiro oficial do circuito de cicloturismo da região, considerado uma ótima alternativa para viajar de ziquinha, começa em Balneário Camboriú, rumo ao Norte do Estado, mas nada impede que o aventureiro faça apenas um trecho, ou comece em outra cidade. Sempre procurando fugir dos automóveis, o caminho inicial segue até a praia de Cabeçudas, em Itajaí. De Itajaí o trajeto vai em direção a Navegantes, cruzando pelo ferry boat, até a praia central, passando por um trecho com ciclovias. O próximo destino é Penha, onde o percurso seguirá por uma estradinha sinuosa de terra, quase escondida entre o verde das montanhas e o mar até a praia Vermelha. A primeira parada oficial com pernoite acontece em Balneário Piçarras. Saindo de Piçarras, o caminho se afastará do litoral e mergulhará no verde das matas em direção a Luís Alves. A pedalada na terra da cachaça é realizada em uma região com propriedades rurais entremeadas de pequenas vilas, cercadas de montanhas e plantações de bananas.

Depois de um merecido descanso na capital nacional da cachaça, o passeio entra no terceiro dia acompanhando as curvas do Vale do Itajaí. O caminho rural, emoldurado pelo visual de montanhas onde se destaca o Morro do Baú, conduzirá os aventureiros até Ilhota. A quarta etapa do itinerário cruzará uma região plana onde predominam a pecuária e os arrozais. O final desta etapa será Camboriú.

No quinto dia do passeio os aventureiros sobre duas rodas subirão o vale do rio Pequeno, passando próximo a formações de montanhas, onde se destaca o Pico da Pedra. Ponto dominante da região, o Pico da Pedra pode ser alcançado durante uma caminhada por trilhas que levam ao topo, de onde o cicloturista terá uma vista privilegiada de Camboriú e Balneário Camboriú.

Nessa etapa do passeio, o trecho de planície será substituído por uma subida por uma estrada cercada de mata que vai até o morro do Encano, onde o cartão de visita é a vista surpreendente de Itapema. Lá, depois de três dias pelo interior, o reencontro com o mar. De Itapema, os ciclistas vão a Porto Belo, passando pela praia de Perequê. Porto Belo está localizada em frente a uma tranquila enseada, famosa por suas histórias de piratas, cercada de montanhas e enfeitada pela Ilha João da Cunha, a Ilha de Porto Belo. O roteiro segue até Bombinhas, praia onde o mergulho é um dos esportes mais praticados pelos ecoturistas.

O último dia da viagem passa pelas mais variadas paisagens, com destaque para o morro das Antenas em Bombinhas, que tem vista de Canto Grande, Zimbros, Porto Belo e Itapema, e termina com o visual da rodovia Interpraias, que levará ao ponto final da viagem em Balneário Camboriú.

  •  

Deixe uma Resposta