• 11 nov 2009
  • Postado por Tiago

Fazendo uma visita à casa legislativa de Penha, à qual tive a honra de presidir na segunda legislatura, admirei os avanços conquistados ao longo do tempo e aproveitei o momento para cumprimentar o atual presidente José Antônio Bastos.

Natural de Tijucas, terra de renomados políticos catarinenses como Luiz Galotti e Leoberto Leal, o nosso popular Zeca chegou a Penha no dia 9 de janeiro de 1975. Filho de Maria Odete da Silva e Ladislau Bastos Jr., ele nasceu em 15 de setembro de 1965.

Desde os 15 anos começou a trabalhar com o pai no ramo de construção civil, logo abraçando a profissão de construtor, passando mais tarde a responder pela empresa Alves & Bastos, de sua propriedade com a esposa.

É casado com a joinvilense Rosângela Alves, com quem tem um filho: Gabriel Alves Bastos.

Sua folha de serviço é bastante ampla, construindo várias casas e, antes de entrar para a política, prestou serviços à secretaria de Educação de Penha, reformando várias escolas do município, também construindo a Casa da Terceira Idade e o Posto de Saúde de Santa Lídia.

Bastante entrosado na área social penhense, Zé Bastos decidiu filiar-se ao então PFL. Candidatou-se a vereador no ano 2004 e foi eleito para o quadriênio 2005-2008. Com grande desempenho, presidiu o partido, e, de boa vontade, prestou assessoria ao eminente político Dr. Antônio Carlos Konder Reis, do qual recebeu especial apoio.

Determinado e convicto, José Antônio Bastos reestruturou o partido, atraindo grande número de adeptos que transformaram o hoje Democratas, presidido por Luiz Fernando Vailatti, numa força política que elegeu Mário Guaracy de Souza, vice-prefeito de Penha.

Integrando a Força da Renovação que levou Evandro Eredes dos Navegantes ao cargo de prefeito municipal, ele foi reeleito vereador, tomando posse em 1º de janeiro de 2009, assumindo a presidência da câmara para o biênio 2009-2010. Foi ali no seu gabinete, cercado de projetos e outros importantes papéis, que ele atenciosamente me recebeu sem faltar o tradicional cafezinho. Discorremos sobre a atual administração – o que está bom e o que precisa mudar, e chegamos à conclusão que o eleitor deve ser retribuído especialmente com a atenção dos eleitos. Ele ainda lembrou do saudoso Sebastião Reis que atendia “dez” ao mesmo tempo e que é sempre lembrado pela sua popularidade.

Perguntado sobre suas pretensões políticas, foi categórico: pretende avançar patamares mais altos. É seguro em dizer que podia tentar novamente uma cadeira no Legislativo, mas pretende concorrer em 2012 ao cargo de vice-prefeito – isso baseado no panorama atual. Ao mesmo tempo enfatiza que ainda está longe e que em política muita coisa pode mudar. De fato, principalmente no caso do município de Penha, que tem nesta administração uma composição de cinco partidos.

Sobre o próximo presidente da câmara, argumentou que há um acordo entre os partidos que integram a bancada da situação, mas tudo depende de um bom entendimento. O tempo é quem vai determinar. Por outro lado, conforme as circunstâncias, ele pode ser um eventual candidato a prefeito.

Foi um bate-papo muito agradável. José Antônio Bastos demonstrou grande habilidade política, reconhecendo que o eleitor merece atenção e, sobretudo, acessibilidade ao gabinete dos eleitos quando precisa.

Vale a pena fazer uma visita à Câmara Municipal de Penha e conhecer suas dependências. Organização, requinte e bom atendimento são as qualidades especiais de uma casa legislativa. Ali se pode dizer que a Câmara Municipal de Penha é realmente a casa do povo.

  •  

Deixe uma Resposta