• 25 jan 2010
  • Postado por Tiago

“A incontinência verbal do presidente é absoluta e conhecida”

Presidente do PSDB, Sérgio Guerra, após ter sido chamado de “babaca” por Lula

Ministro Cassel suspeito de acumular salários

Mesmo sob o fogo cerrado de acusações de corrupção, a governadora gaúcha Yeda Crusius (PSDB) assinou portaria prorrogando por mais um ano a cessão do petista Guilherme Cassel, fiscal de sua secretaria da Fazenda, para ocupar cargo de ministro do Desenvolvimento Agrário, “com ônus para o órgão de origem, mediante ressarcimento”. De atuação subserviente ao MST, Cassel acumularia os dois salários.

João sem braço

Há um ano, Guilherme Cassel garantiu que já estava aposentado, mas a portaria de Yeda Crusius, de 20 de janeiro de 2010, o desmente.

Lexotan nela

À beira de um ataque de nervos, uma assessora de Guilherme Cassel reagiu gritando: “Por que vocês querem saber se ele está aposentado?”

Conselheiro

O fiscal e ministro Guilherme Cassel também fatura alguns conselhos de órgãos do governo federal.

Golpe baixo

A imaginação para o mal é infindável: e-mail em português da BBC inglesa vem com vídeo da tragédia no Haiti. E rouba informações.

Vara da Infância inova em punição no DF

Fazer uma visita de uma hora ao inferno, isto é, ao Caje, instituição para menores infratores, e escrever uma redação sobre o que viu. Esta é a medida “sócio-educativa” que tem sido adotada pela Vara de Infância e Adolescência de Brasília para adolescentes que são flagrados na delinquência – fazendo pichações, por exemplo – antes que se transformem em projetos “bem-sucedidos” de bandidos.

Aval do MP

O “choque de realidade” promovido pela Vara da Infância do DF tem o aval do Ministério Público, como alternativa a 45 dias de “internação”.

Sujeira na rua

Brasília sofre com pichações em monumentos públicos e, mesmo com programas do governo, não consegue combater esse crime.

Rio, eu gosto de você

Nesta segunda (25), Tom Jobim completaria 83 anos. Merecia (mais) uma guaribada no lastimável aeroporto do Rio, que tem seu nome.

Quase brasuca

O comandante das tropas americanas no Haiti, general P. Ken Keen, especialista em América Latina, fala português e espanhol. Ele foi aluno da escola de Estado Maior do Exército, no Rio, em 1987 e 1988.

Apagões caros

Após a resolução da agência Nacional de Energia Elétrica, transferindo para o consumidor o produto de multas pelos blecautes, empresas elétricas ameaçam “falência”. Os apagões atormentam a população, mas as distribuidoras é que faturavam a multa cobrada das geradoras.

Sem almoço grátis

No próximo dia 2, os “cumpanhêro” da CUT e outras centrais sindicais vão invadir o congresso para pressionar pela redução da jornada para 40 horas semanais e 75% nas horas extras. Alguém pagará a conta…

Casa de ferreiro…

Servidores do judiciário até hoje não conseguiram receber todo o pagamento dos passivos trabalhistas desde 94. A justiça ordenou, mas o governo não cumpriu a decisão. As ações começaram em 1998.

…espeto de pau

Roberto Policarpo, do sindicato dos Servidores do Judiciário e do MP (Sindjus), vai cobrar do ministro Paulo Bernardo (Planejamento), quarta (27), os passivos trabalhistas devidos à categoria há 16 anos.

Sucessão

É forte a oposição a Leonardo Bandarra para substituí-lo na procuradoria Geral do Distrito Federal: os promotores Carlos Alberto Cantarutti, Rogério Schietti e Eduardo Sabo Paes.

Cortejo real

A família Lula e segurança deslocam-se em 22 carros em São Bernardo (SP). Para substituir as peças, a presidência gastará R$147,1 mil em 2010. Em Florianópolis, netos, genro e filha têm nove carros.

Tá ruim pra todo mundo

O comitê Olímpico Internacional estuda adiar a venda nos EUA dos direitos de transmissão das Olimpíadas de 2016. É que o mercado publicitário está tão fraco que não vai poder cobrar os atuais US$ 2 bi.

Pensando bem…

…nada como um PAC atrás do outro, sem nenhuma obra no meio.

PODER SEM PUDOR

Questão de visão

Candidato a prefeito de Belo Horizonte em 1996, o deputado Virgílio Guimarães (PT-MG) atacava a política neoliberal de FHC:

– Na minha ótica – afirmou certa vez, numa conversa com eleitores – é possível combinar inflação baixa com crescimento econômico…

– O senhor poderia me arranjar um par de óculos? – interrompeu um eleitor.

– Como assim? Não posso…

O eleitor não entendeu:

– Mas o senhor não acabou de dizer que tem uma ótica?

  •  

Deixe uma Resposta