• 08 maio 2009
  • Postado por Tiago

“A mensagem do candidato do presidente Lula é o Lula”

Ex-presidente FHC, após afirmar que o PT não tem “mensagem” para a eleição de 2010

Lugo negocia aliança com general Oviedo

Acusado de oito violações da constituição paraguaia, além do escândalo sobre a paternidade revelada de pelo menos quatro filhos, o bispo e presidente paraguaio Fernando Lugo está tão desgastado que teme a aprovação deu seu impeachment, no parlamento do Paraguai. Por esse motivo, segundo fonte do Palácio do Planalto, ele está negociando secretamente uma aliança com o general Lino Oviedo, seu adversário.

Nas mãos de Oviedo

Lino Oviedo foi o terceiro colocado nas eleições presidenciais, mas sua influência no partido Colorado pode impedir a votação do impeachment.

Bolsa-Lugo

O presidente e ex-bispo do Paraguai ensinou ontem a Lula que “não convém ter vizinho pobre”. E ainda com uma penca de filhos para criar…

Economia milionária

Segundo o ministro Augusto Nardes, se as sugestões do TCU para o Bolsa Família forem adotadas, haverá economia de R$ 350 milhões/ano.

Carrões

O TCU identificou 2.259 beneficiários do Bolsa Família que são donos de carros de mais de R$ 100 mil.

DF: Paulo Octavio continua vice em 2010

O governador do DF, José Roberto Arruda, reuniu secretários e aliados para informar sua chapa majoritária para a eleição de 2010: ele será candidato à reeleição, Paulo Octavio será vice e o deputado Tadeu Filippelli (PMDB-DF) será candidato ao Senado. O vice Paulo Octavio, no entanto, diz que isso ainda não está inteiramente definido: “qualquer acordo será fechado no âmbito do partido (Democratas)”.

Acordo

Em 2006, Arruda e seu vice assinaram um acordo mediado pela direção do DEM prevendo Paulo Octavio como cabeça de chapa em 2010.

Parada dura

Devem ser candidatos a governador também o ex-senador Joaquim Roriz (PMDB) e o ex-ministro Agnelo Queiroz, agora filiado ao PT.

Nota triste

É muito grave o estado de saúde do deputado e médico José Aristodemo Pinotti (DEM-SP), ex-secretário do governo paulista.

Tuma é da paz

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) está impressionado com o senador Romeu Tuma (PTB-SP), “um corregedor que nunca condena ninguém”. E conclui, irônico: “Ele não é mais um delegado, mas um juiz de paz…”.

Doença light

Licenciado do Tribunal Superior Eleitoral para tratamento de saúde, o ministro Joaquim Barbosa faltou ontem à sessão do Supremo Tribunal Federal. Foi a Vitória para uma reunião com presidentes de TREs.

Processo abusivo

Absurdo da legislação trabalhista: um vendedor de classificados tenta arrancar do jornal Meio Norte, de Teresina, um dos melhores da região, R$ 5 milhões em “horas extras e adicionais”. Sem ter sido notificado a se defender, o jornal tenta anular a gazua no Tribunal Superior do Trabalho.

Procura-se

Relator do processo do deputado Edmar Moreira, o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) tem projeto obrigando fotos de foragidos e desaparecidos nos maços de cigarro. E Moreira ficou um mês sumido…

Porteiro de prédio

Com o bom humor que lhe é peculiar, o ministro José Múcio se compara a um “porteiro de prédio”, para definir sua posição. “Qualquer queixa, qualquer insatisfação, cai no meu colo”, diz ele, debaixo de fogo amigo.

Preços não baixam

Se depender do Conselho de Política Econômica do Banco Central, a gasolina e o gás de cozinha não baixam de preço. O Copom acha um perigo, com a volatilidade das cotações do petróleo no mercado.

Manifestantes a laço

Como tinha pouca gente – umas 150 pessoas – no protesto de estudantes e militantes do PSOL diante do Supremo Tribunal Federal, quarta à noite, os organizadores deram um jeito: arregimentaram índios acampados na Esplanada dos Ministérios para fazer número. E segurar velas.

Amante à antiga

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) deixa Brasília correndo, nesta sexta. Tem camarote reservado no show de Roberto Carlos, no Chevrolet Hall, de Recife. O senador é do tipo que ainda manda flores.

Cantando bem…

…”se gritar pega avião!, não fica um, meu irmão…”

PODER SEM PUDOR

Cartão de visita

Quando os parlamentares brasileiros iniciavam a visita à prisão de segurança máxima de Rebbibia, perto de Roma, o senador Magno Malta (PR-ES) interpelou o guarda que os ciceroneava, apontando uma pessoa:

– Este prédio não é masculino, por que aquela mulher está aqui?

O homem explicou, encabulado, sob gargalhadas dos demais:

– É um travesti brasileiro, “Bianca”, condenado por homicídio.

  •  

Deixe uma Resposta