• Postado por Tiago

Ontem rolou mais um capítulo da novela sobre os donativos jogados no lixão pela prefa de Itajaí. Depois da secretária de assistência social, Rosane Casas, ter dito que o vereador Clayton Batschauer (PR) teria ficado com um dossiê sobre as roupas, o parlamentar soltou o verbo e afirmou que não recebeu documento algum. “A única coisa que me foi entregue foi um cd com fotos de roupas rasgadas”, disse.

Clayton contou que não deu importância pras fotos porque não provavam nada e por isso ele não tinha como argumentar o assunto com os outros vereadores da bancada. “Eram fotos, segundo a secretária Rosane, de roupas que não tinham mais condições de uso. Só que com um cd de fotos eu não ia convencer nem situação e muito menos oposição”, garantiu.

O vereador, que voltou de uma viagem ao Rio de Janeiro ontem à noite, falou que vai se inteirar dos fatos e pretende usar a tribuna da casa do povo pra se defender. “Eu acredito que a secretária tenha se agarrado nessa história como uma tábua de salvação”, detonou.

Disse que disse

Rosane Casas desmentiu o dito por Clayton Batschauer e reafirmou que, além do cd com as fotos, o vereador recebeu em mãos um documento sobre os donativos.

A secretária de assistência social garante que tinha prontinhos todos os documentos que comprovam que as roupitchas estavam detonadas, sem condições de uso. “Estava tudo junto pra entregar pra ele, mas o próprio Clayton disse que não tinha necessidade de toda aquela documentação. Ele ficou com o cd de fotos e com o requerimento”, garante a bagrona.

  •  

Deixe uma Resposta