• 27 jan 2010
  • Postado por Tiago

“Casa desorganizada político e administrativamente”

Pivô do escândalo do ‘DEMsalão’, Durval Barbosa, ao descrever a câmara do DF

DF: MP acusa ex-secretário de corrupção

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios prepara um pacote de ações denunciando o deputado Augusto Carvalho (PPS), ex-secretário de Saúde do DF, por corrupção e outros crimes. Auxiliares do ex-secretário também serão réus. Em razão do foro privilegiado, as denúncias devem ser encaminhadas pelo promotor Jairo Bisol à Procuradoria-Geral da República e de lá ao Supremo Tribunal Federal.

Chave de cadeia

Augusto Carvalho deve ser acusado por desvios, superfaturamento e até homicídio culposo, pela morte de um bebê por falta de atendimento.

Tudo sob suspeita

Estão sob suspeita relações da secretaria de Saúde com fornecedores e até o espantoso contrato de R$ 70 milhões para terceirização de UTI.

Colaboração

Nas investigações, o MP-DF contou com a colaboração de Fernando Antunes, ex-secretário-adjunto e personagem da “Caixa de Pandora”.

Tudo como antes

“Partido da ética”, o PPS faz cara de fedor e finge que nada tem com os escândalos no DF, mas continua ocupando os cargos no governo.

No estaleiro desde 2005, o ‘São Paulo’ vai voltar

Único porta-aviões brasileiro, o “São Paulo”, ex-“Foch”, deve voltar a navegar no final de março, após quase cinco anos no estaleiro para “manutenção e modernização”, informou a Marinha à coluna. Mas só vai operar no segundo semestre, após inspeções e treinamento. Para levar ao Haiti equipe médica e helicópteros, o Brasil aceitou carona do porta-aviões “Cavour”, da Italia. A ideia, diz a Marinha, foi dos italianos.

Segunda-mão

Fabricado há 40 anos, o rebatizado porta-aviões “São Paulo” foi comprado da França, em 2000, por cerca de US$ 25 milhões.

Incêndio a bordo

Em maio de 2005, um incêndio a bordo matou três tripulantes. A Marinha prometeu entregá-lo “reformado” em agosto de 2009.

Apagando Chávez

“Expert” em apagões, o Brasil vai enviar especialistas à Venezuela que, sem água, também pode ficar sem luz. Coitados dos venezuelanos…

Sob controle

Seja Wilson Lima (PR) ou Eliana Pedrosa (DEM), que não abre mão da candidatura, o novo presidente da câmara legislativa do DF terá ligações muito próximas ao governador José Roberto Arruda.

Barracão ‘top’

A EBC pagou R$ 3,2 milhões para exibir na TV do Lula, que ninguém vê, o trabalho da central Única das Favelas, fundada pelo rapper MV Bill – aquele que descobriu cativeiros de vitimas de sequestros, enquanto produzia um documentário nas favelas do Rio, e calou.

Dependência

Estrategista do banco HSBC, John Lomax disse à Bloomberg que, para o mercado americano, o México é um investimento muito melhor que o Brasil, em razão da “dependência” das nossas empresas com a China.

As drogas de lá

O governo Lula dará US$ 3 milhões para a criação de uma academia de polícia contra o tráfico de drogas na Guiné-Bissau (África). Enquanto isso, a maioria dos PMs brasileiros ganha uma merreca.

Esta é nova

No caos do aeroporto de Santos Dumont, no Rio, ontem, por causa do atraso nas partidas de voo, funcionários davam explicação nova: “Falta vento”. Aquela gente toda comprou passagens para viajar de balão?

Povo? Ora, o povo

O Instituto Médico Legal de Brasília decidiu fechar para almoço a partir do dia 1º, das 12h às 13h30. Que se lixe quem tem parente a sepultar ou necessite de exames de corpo de delito para clamar por justiça.

Alerta no Peru

Nosso embaixador no Peru, Jorge Taunay, instalou um gabinete de crise assim que soube de brasileiros entre 1900 turistas retidos pelas enchentes, em Machu Picchu. Informações: telefone 00511 512 0851.

Fortalecimento

O ministro Gilson Dipp visita hoje o Instituto dos Advogados do Brasil, no Rio, a convite do seu presidente, Henrique Maués, e mostrará como a sua Corregedoria Nacional de Justiça fortalece o judiciário.

Perguntar não é golpe

Depois de fechar seis emissores de TV a cabo independentes, quando o próprio semiditador venezuelano Hugo Chávez sairá do ar?

PODER SEM PUDOR

Papo de vendedor

Políticos da Paraíba aguardavam audiência, no Planalto, quando o senador e empresário do ensino Ney Suassuna (PMDB) puxou conversa, em inglês macarrônico, com japoneses da Honda, que também seriam recebidos pelo então presidente FHC. Observando a cena, Roberto Freire (PPS-PE) sorriu:

– Eles não estão entendendo nada, mas uma coisa é certa: não sei se a Honda vai trazer sua fábrica para o Brasil, mas o Ney está quase conseguindo autorização para instalar um colégio no Japão…

  •  

Deixe uma Resposta