• Postado por Tiago

INTERNA_16_base_bradesco_foto-carmem-miranda

A sacanagem teria rolado no Bradesco de Navega

Dona Sílvia Mafra, a Vinha, 55 anos, debulha o cacete na agência do Bradesco da avenida João Sacavem, no centro de Navegantes. Ela reclama que esperou uma hora pra ser atendida. Diz que a situação tava tão feia, que um cliente que tava atrás dela passou mal e teve que sentar no chão porque a gerente disse que não tinha cadeira. Phode?

Dona Vinha pintou no banco lá pelas 10h da manhã de quinta-feira. Apenas um caixa tava aberto e não havia atendimento especial pra velhinhos e mulheres embuchadas. O que a revoltou ainda mais foi o descaso com a situação de um rapaz, de aproximadamente 30 anos, que passou mal na fila. Desesperado, o cliente pediu pra gerente uma cadeira e, pra espanto geral, a chefona do banco teria mandado ele sentar no piso da agência. ?E ele sentou no chão e foi indo sentado até ser atendido no caixa?, relata dona Vinha. A gerência do Bradesco não quis se manifestar sobre o caso.

Miroslava Marim, que trampa na procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon) da prefeitura, afirmou que o órgão não tem fiscais pra pintar nos locais onde rola a sacanagem das filas. ?O interessado tem que vir até o Procon, portando documentos, pra fazer a denúncia formal?, explica.

  •  

Deixe uma Resposta