• 09 jul 2009
  • Postado por Tiago

“Tem vocação arqueológica e não política”

Presidente do PT, Ricardo Berzoini, criticando a posição da bancada de seu partido no Senado

Dilma terá mês de agosto difícil, no hospital

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) enfrentará em São Paulo, no mês de agosto, os 30 dias mais difíceis de sua vida: permanecerá a maior parte do tempo no Hospital Sírio-Libanês, submetendo-se a radioterapia. A aplicação deverá ser feita durante períodos de cinco dias seguidos e pode causar efeitos colaterais diversos. Um escritório será instalado no quarto ao lado, no hospital, onde Dilma poderá despachar com auxiliares.

Vai encarar?

A assessoria de Dilma precisa saber: a radioterapia pode deixá-la insone, irritadiça, agitada. Quem conhece a fera sabe o que isso representa.

Monitoramento

Na Europa, Lula recebeu informes diários sobre o tratamento de Dilma, mas o deixaram mais preocupado as notícias sobre o vice José Alencar.

Enxugar é preciso

Dos 10 mil funcionários do Senado, seis mil estão lá sem concurso. Contaram apenas com a força dos padrinhos.

Grana na veia

O governo usa argumento infalível para o Congresso aprovar projetos do seu interesse: liberou R$ 1 bilhão em emendas parlamentares.

Lula diz a Sarkozy que comprará caças Rafale

O presidente Lula deu ao colega francês Nicolas Sarkozy a informação privilegiada, pela qual muitos lobistas se matariam: anunciará em setembro a decisão de fazer o Brasil adquirir os caças Rafale para reequipar a Força Aérea Brasileira. Lula observou que o Rafale “transfere tecnologia”. É um negócio de cerca de R$ 12 bilhões. A confidência do presidente brasileiro foi vazada pelo governo francês ao jornal La Tribune.

Dinheiro na lavoura

Será de R$ 39,5 bilhões o orçamento do Banco do Brasil para financiar a safra agrícola 2009/2010. É 30% superior ao montante da safra passada.

Show da morte

Para complementar o “espetáculo” da morte, só falta agora Michael Jackson ressuscitar no terceiro dia.

Montanha de reais

O patrimônio global do Sistema de Poupança e Empréstimos da Caixa somou R$ 282,19 bilhões em junho. É dinheiro saindo pelo ladrão.

Neverland

Com obras estimadas em R$ 1,3 bilhão, mais R$ 100 milhões em mobiliário, o Centro Administrativo de Minas Gerais já ganhou um apelido: “Neverland do Aécio Neves”.

CPI no Supremo

A CPI da Conta de Luz, na Câmara, uniu contra ela DEM, PT e PSDB, que não indicaram representantes. As tarifas subiram 400% desde o início da privataria tucana. O presidente da CPI, Eduardo da Fonte (PP-PE), pediu ontem ao STF que os obrigue a indicar representantes.

Má companhia

Com a chegada do embaixador Arnaldo Carrilho a Pyongyang, o Brasil é o segundo nas Américas, depois de Cuba, a reconhecer o lamentável governo do lixo atômico Kim Jong-il, ditador da Coréia do Norte.

Recado ao celular

O senador-celular Tião Viana (AC) não contou à revista Veja seus esforços, como líder do PT, para tentar blindar ACM, no caso do grampo na Bahia. Por causa da entrevista, Tião já foi avisado que não poderá contar com o presidente Lula em seu palanque no Acre, em 2010.

Blairo em campo

O governador Blairo Maggi (MT) aproxima Dilma Rousseff do agronegócio, do qual é expoente. Rivaliza com a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), presidente da CNA e crítica do governo e da candidata.

Mão de gato

Estudo do IPEA, órgão do governo, indica que apenas 1 de cada 3 reais arrecadados é investido em educação, saúde, segurança etc. Os demais R$ 2 pagam juros da dívida (bancos) ou programas como Bolsa Família.

Pró-emprego

O governo tem pronto um projeto, a ser enviado ao Congresso, reduzindo a contribuição patronal para a Previdência. Destina-se a incentivar empreendimentos com uso intensivo de mão de obra.

Quem se habilita?

Um parque britânico oferece vaga de bruxa por cerca de R$14,5 mil mensais, diz a BBC Brasil. Precisa “agir como bruxa e fazer o que as bruxas fazem”. Aos leitores fica a sugestão de candidatas brasileiras.

Ele voa, eu danço

O presidente Lula também tem sua Neverland, a Terra do Nunca. É o Brasil, onde ele nunca está.

PODER SEM PUDOR

Mistérios de quadrúpede

O ex-presidente Fernando Henrique sempre conta, com graça, o momento em que o então ex-senador José Serra (PSDB) foi apresentado a um animal no pasto, durante a visita que os dois fizeram à fazenda de um amigo, no exílio do Chile. Na ocasião, Serra confessou, encantado:

– Fernando, sabe que é a primeira vez que vejo uma vaca de perto?

Quando todo mundo ri do relato, Fernando Henrique complementa:

– Era um touro…

  •  

Deixe uma Resposta