• 11 jul 2009
  • Postado por Tiago

“A crise está no colo do presidente Lula e do PT”

Agripino Maia (DEM-RN), negando que tenha ‘lavado as mãos’ em relação aos escândalos

Revelada corrupção do DEM no Senado

Processo na 12a Vara Federal de Brasília, sob segredo de Justiça, citado pela revista IstoÉ desta semana, revela o personagem que seria o “operador” do esquema de corrupção com fornecedores do Senado na área da 1a secretaria, controlada há 12 anos com mão de ferro pelo PFL/DEM: Aloysio de Brito Vieira, o “Matraca”. Segundo IstoÉ, o 1o secretário Efraim Morais (PB) recebeu R$ 300 mil/mês do esquema.

Quem pagou

Segundo matéria de Mino Pedrosa, Sérgio Pardellas e Hugo Marques, de IstoÉ, a propina era paga a Efraim Morais pela empresa Ipanema.

Quanto recebia

A Ipanema manteve contrato no valor de R$ 30 milhões até março passado, para fornecer mão-de-obra à agência, TV e rádio Senado.

Banco dos réus

Ex-presidente da Comissão de Licitação do Senado, “Matraca” é réu por corrupção ativa, formação de quadrilha e crimes da lei de licitações.

Sem conta

Sobre iminente denúncia de ser correntista lá fora, publicada aqui, o senador José Sarney garante: “Nunca mantive conta no exterior”.

Filme de Boni terá 007 brasileiro

Nosso presidente é negro como Obama e o cartel colombiano fabrica e ameaça explodir uma bomba atômica no Brasil, e tira o Sivan do ar. Mas aí aparece um piloto da FAB nos céus da Amazônia. Eis a história que o ministro Nélson Jobim (Defesa) ouviu de José Bonifácio Sobrinho (Boni), produtor do filme “Segurança nacional – O alerta”. O ator Milton Gonçalves será o presidente e o galã Thiago Lacerda o 007 caboclo.

Conversão

O ex-deputado Moroni Torgan deixou a vida pública e encerrou a carreira policial. Vai ser missionário da Igreja Mórmon, em Portugal.

Passeio

O chanceler Celso Amorim participa hoje da V Conferência Ministerial da Comunidade das Democracias para discutir a crise econômica em Lisboa

Picaretagens.org

O IBGE apurou que há no Brasil 300 mil ONGs mamando nas tetas do governo. A maioria de duas, três pessoas, em geral da mesma família.

Vice tem plano

As despesas com o tratamento do vice-presidente José Alencar são pagas pelo seu plano de saúde Amil, segundo informa seu gabinete. As despesas excedentes são pagas pelo próprio paciente.

Ruim da bola

Lula é ruim da cabeça e doente do pé (frio): negou ter indicado empreiteiras ao Corinthians, como afirmou o craque Ronaldo, para “não ficar inimigo de algumas, há muitas”. Se citasse todas, tudo bem?

Isso pega

Perfis de Luiz Maklouf Carvalho sobre Dilma Rousseff e o ex na revista Piauí mostram casais guerrilheiros se consumindo em torno de Marx, Lênin etc. O cientista político Paulo Kramer (UnB) viu confirmada sua tese: “Marxismo é a única doença mental sexualmente transmissível.”

Na marra

O presidente da Câmara, Michel Temer, se antecipou à decisão do STF e indicou os membros da CPI da Conta de Luz. Escolheu por ordem alfabética deputados do PSDB, DEM, PPS, PT, que a boicotavam.

La vie est belle

A primeira-dama D. Marisa, filho, nora e netos chegam do tour parisiense, após mais de dez dias flanando, certamente com o dinheiro do prêmio recebido pelo presidente Lula “mensageiro da paz”.

Outro lado

Segundo a IW Consultoria e sua dona, Íris Walquíria, o cancelamento do contrato com o Ministério do Esporte pelo TCU não se deu por que a empresa foi beneficiada e sim por “irregularidades técnicas”. Também negam ter ligações com PCdoB, partido do ministro Orlando Silva.

Distritais de ouro

A lei prevê remuneração de deputado distrital ou estadual equivalente a dois terços de deputado federal. Em Brasília, isso se inverteu: a verba de gabinete de federal é dois terços da verba do distrital, de R$ 97 mil.

Saúde no bolso

O Ministério da Saúde se esforça para melhorar a vida da companheirada. Acaba de contratar, sem concurso, 95 deles, a R$ 8 mil por mês, para a prestação de “serviços técnicos especializados”.

Pensando bem…

…com tanta autoridade mentindo, instauremos logo a República Fictícia do Brasil.

PODER SEM PUDOR

Eleitores fechados

Candidato a governador da Bahia, o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) tem o nome frequentemente citado em situações curiosas. Em Barreiras (BA), uma jovem senhora se inscrevia no programa “Minha Casa, Minha Vida”, quando perguntaram sua filiação.

– Sou do PMDB – respondeu ela.

– Me refiro a seus pais – esclareceu a funcionária.

– Ah, eles estão com Geddel faz tempo…

  •  

Deixe uma Resposta