• 31 jul 2009
  • Postado por Tiago

“Estamos transformando o governo das leis no governo do ‘cara’”

Ex-presidente FHC, ironizando o presidente Lula, chamado de ‘o cara’ por Barack Obama

David Uip quer ser alternativa a Temporão

O infectologista paulista David Uip não para de dar palpites sobre a gripe suína, alfinetando frequentemente o Ministério da Saúde, acusando-o até de “esconder” dados sobre a doença. Por trás dessa atitude do médico preferido por tucanos com a saúde em frangalhos, está uma estratégia bem elaborada para se posicionar como eventual substituto do ministro José Gomes Temporão. Falta combinar com Lula, o dono do cargo.

Articulação

Para tentar realizar o sonho de ser ministro da Saúde, David Uip tenta se aproximar de líderes do PMDB e se cerca de experientes assessores.

Ingenuidade

Politicamente ingênuo, Temporão não se importa com as intervenções de David Uip. Até as considera muito úteis ao combate à gripe suína.

Pedro de Lara

Em público, o PMDB de Renan Calheiros chama o tucano Arthur Virgílio de “réu confesso” e de “Pedro de Lara do Senado” em papos privados.

Recuperação

Dona Marly Sarney se recupera bem da cirurgia a que se submeteu e ontem começou a fazer fisioterapia, sempre acompanhada do maridão.

EUA dobram investimentos em Tupi

O presidente do Ex-Im Bank, o Banco de Exportação e Importação dos EUA, espécie de BNDES de lá, Fred Hochberg, esteve no Rio de Janeiro com representantes da Petrobras para garantir o dobro dos investimentos do banco no desenvolvimento do campo de petróleo Tupi (pré-sal) pela estatal brasileira. O Ex-Im Bank já destinou mais de US$ 2 bilhões à Petrobras, mas a promessa é de chegar a mais de US$ 5 bilhões.

Não é sub do sub

O Brasil é a primeira visita internacional de Fred Horchberg desde que ele foi indicado ao cargo pelo presidente americano Barack Obama.

Plano caro

O plano de desenvolvimento e extração de petróleo do campo de Tupi deve custar mais de US$ 170 bilhões nos próximos cinco anos.

Zé na praça

O ex-ministro José Dirceu desembarca em Brasília segunda-feira com o objetivo de ajudar José Sarney entre seus companheiros petistas.

Acabou no Irajá

Se não for para a Sealopra, o exótico Samuel Pinheiro Guimarães, quem diria, substituirá o aspone para assuntos internacionais aleatórios, Marco Aurélio Garcia, que vai virar aspone da campanha de Dilma Rousseff.

Cruzada

José Alencar continua sua cruzada eucarística, em conversa com visitas, falando mal dos juros e muito mal dos economistas. Operado 17 vezes, ele viaja no dia 5 para Houston (EUA), onde faz tratamento experimental.

Respeitável público

A Câmara dos Deputados em Brasília em breve vai transmitir as sessões também pelo site de vídeos YouTube, mas recomendou aos funcionários “moderação” no acesso.

Balas de festim

PSBD e DEM prometem barulho contra a permanência de Paulo Duque (PMDB-RJ) na presidência do Conselho de Ética do Senado. Mas nada além disso, porque esses partidos são minoritários no colegiado.

Tempo quente

Pelo menos cinco dos 10 superintendentes da Receita Federal ameaçam pedir demissão caso o presidente do INSS, Valdir Simão, vá mesmo ocupar o cargo que foi de Lina Vieira, recém-demitida.

Monitoramento

Técnicos do Banco Central vão monitorar os estímulos do governo para forçar a retomada da atividade econômica. Com especial atenção aos incentivos tributários e nos gastos públicos, principalmente com pessoal.

‘Gazeta’ na Bahia

Chega às bancas da Bahia em setembro o jornal Gazeta – Cidadania & Negócios, dirigido a formadores de opinião, diário na internet e quinzenal na versão impressa. Será dirigido pelo respeitado jornalista Luiz Recena.

Mais um

O Tribunal de Justiça do Amazonas acatou denúncia contra o deputado Walace Souza (PP-AM) por formação de quadrilha, associação ao tráfico e porte ilegal de armas. Semana passada ele foi condenado por calúnia.

‘Paclanque’, a missão

O PAC, lançado pelo governo e que começa em setembro de 2010, copia o anterior: Programa de Aceleração de Comício.

PODER SEM PUDOR

Sujeira pouca é bobagem

O deputado José Genoíno (PT) frequentava, no governo Sarney, as “peladas” semanais noturnas da casa do deputado Ézio Ferreira, espécie de clube de lazer do “Centrão”, grupo conservador que apoiava o governo em troca de favores. Certa noite, a “pelada” atraiu jornalistas e Genoíno entrou em pânico: com medo de ser fotografado, fugiu pelos fundos. Estava escuro e ele acabou afundando até o pescoço num riacho. Ao anfitrião, que tentava dissuadi-lo da fuga, ele gritou, resoluto:

– É melhor ser fotografado sujo do que na festa!

  •  

Deixe uma Resposta