• 16 set 2009
  • Postado por Tiago

“Eu não sou porteiro do Senado!”

Renan Calheiros (PMDB-AL), após mais uma acusação do tucano Arthur Virgílio (AM)

Caças: Lula esnobou oferta de Obama

Barack Obama deve estar arrependido de chamar Lula de “o cara”. Segundo o jornal econômico Les Echos, Lula esnobou telefonema do americano garantindo transferência de tecnologia e aprovação do Congresso dos EUA à venda dos caças de combate F-18 Hornet, concorrentes dos Gripen suecos e dos Rafale franceses. Obama interrompeu as férias com a família, numa ilha, para telefonar a Lula.

Pátria ou caça

A escolha de Lula foi revelada ao presidente francês Sarkozy em 31 de agosto, e o brasileiro tinha pressa no acordo “antes de 7 de setembro”.

Madrugada adentro

Obama ligou de novo confirmando que o Congresso aprovara a venda dos F-18, mas na madrugada do dia 6 Lula bateu o martelo pela França

Acorda, Sarkô

O acordo incluindo os 36 caças foi concluído às 3h no hotel Golden Tulip (ex-Blue Tree), em Brasília. Sarzoky foi acordado para assiná-lo.

Lula é o paizão

Que Santos Dumont que nada. Na França, o verdadeiro pai da aviação é Lula, o único governante não-francês a optar pelos caças Rafale.

Dupla Self-Goodstein na campanha de Dilma

Além de Ben Self, que esta semana assinará contrato, conforme esta coluna revelou ontem com exclusividade, Scott Goodstein, outra estrela do staff eleitoral de Barack Obama, acertou com o PT para a campanha de Dilma Rousseff. Self foi o responsável pelo site da campanha e criou o sistema de arrecadação para Obama, via internet; são de Goodstein as redes sociais e uma eficiente central de mensagens para celulares.

Obama fez força

Muito requisitados, Ben Self e Scott Goodstein só acertaram com o PT de Dilma e Lula após a decisiva opinião favorável de Barack Obama.

Santana é o chefe

Ben Self e Scott Goodstein serão consultores da campanha de Dilma, mas o marqueiro é João Santana, o mesmo da reeleição de Lula.

Pedindo para perder

Enquanto o PT se arma para a campanha e já contrata marqueteiros, os tucanos José Serra e Aécio Neves ainda brigam pela candidatura.

Explicações na CPI

A CPI da Conta de Luz interroga hoje o presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica, Jerson Kelman, ex-dirigente da Abdeee, entidade que reúne distribuidoras de energia sempre bem tratadas na Aneel.

Gaguim esperto

O governador interino do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), nomeou irmãos e filhos de quatro deputados estaduais, integrantes do colégio eleitoral que elegerá o novo governador. Ele próprio é candidato.

Raros colegas

A Associação Brasileira de Imprensa não honra o passado combativo: não deu a mínima para os colegas argentinos do Clarín, imprensados pelo casal presidencial Kirchner. A ABI não acredita em “efeito Orloff”.

Bandidos em festa

No DF, PMs iniciantes ganham R$ 4.200 por mês, mas querem mais e anunciam “operação padrão”, deixando de “abordar suspeitos”, para a alegria da bandidagem. Só no Brasil isso não é associação ao crime.

O efeito Marina

A convite de Dilma Rousseff, claro, governadores da Amazônia Legal foram convidados a discutir no Planalto a participação do Brasil na conferência sobre mudanças climáticas, em dezembro, na Dinamarca.

Gritos e sussurros

O apelido “Megalonanico”, conferido pelo serpentário do Itamaraty, tirou a fleuma do chanceler Celso Amorim. Segunda, achou que o homem do cafezinho ria dele, como toda a Casa, e teve um acesso de fúria.

Também quero

Rola no Congresso uma articulação no “baixo clero” para equiparar os salários dos deputados e senadores aos de ministros do Superior Tribunal Federal. Que tiveram reajuste de R$ 24,5 mil para R$ 25,7 mil.

Alternativa de voo

A Agência Nacional de Aviação Civil e o Ministério da Defesa preparam projeto para incentivar voos entre cidades de pequeno e médio portes. Inclusive estimulando novas pequenas empresas aéreas no mercado.

Tragédia com rima

Enquanto o Brasil quer nova esquadrilha no céu “protegendo o pré-sal”, em terra firme as quadrilhas matam e roubam levando o que “era seu”.

PODER SEM PUDOR

Aula de História

Durante a audiência com Lula, certa vez, o então presidente da UNE, Gustavo Petta, pediu apoio financeiro do governo para reconstruir a sede da entidade na praia do Flamengo, que foi incendiada. Lula reagiu:

– Quem tem de pagar é quem queimou.

– Foi o governo – respondeu Gustavo, lembrando um fato que é histórico.

Lula ficou sem graça, mas não perdeu o rebolado:

– Então a questão é com a gente mesmo.

  •  

Deixe uma Resposta