• 19 set 2009
  • Postado por Tiago

“Era o PT da oposição, não o PT de hoje, da situação”

Presidente do Supremo, Gilmar Mendes, sobre críticas que recebeu ao ser indicado ao STF

Lula acerta com Temer: vice será do PMDB

O presidente Lula bateu o martelo, esta semana, em conversa com o presidente do PMDB, deputado Michel Temer: o partido indicará o vice de Dilma Rousseff (PT) na disputa pela presidente da República. O PMDB definirá esse nome, mas “está 90% definido”, diz um dirigente peemedebista, que o vice será Temer. Com isso, o partido descarta ficar em cima do muro, como em 2006, sem apoiar qualquer candidato.

Opção Cabral

Outro vice de sonho que Lula defende para Dilma, no PMDB, é o governador do Rio, Sérgio Cabral, mas este tentará a reeleição.

Renault na AGU

Para substituir José Antônio Toffoli na AGU, a ministra Dilma indicará a Lula o nome de Sérgio Renault, ex-secretário de Reforma do Judiciário.

Lá, como cá

O ministro da Justiça do governo português, Alberto Costa, nomeou a filha para cuidar do site da repartição. Ganhará 4 mil euros por mês.

Sem boquinha

O PMDB não está exigindo cargos na estatal do Pré-Sal. “O partido está feliz com seu espaço”, diz Henrique Alves (RN), líder na Câmara.

Villela venceu uma causa de R$ 518 milhões

Desfaz-se um mistério do caso do ex-ministro do TSE José Guilherme Villela, brutalmente assassinado com a mulher e empregada, em Brasília, com um total de 79 facadas. Os honorários que espantaram o País, recebidos por Villela, correspondem a causa que ele ganhou em 2002, no Superior Tribunal de Justiça, no valor de R$ 517,9 milhões; que somente agora começou a ser pago em parcelas de R$ 7 milhões.

Big honorários

José Villela e o advogado Orlando Vaz tinham a receber R$ 76 milhões por representarem a Federação Brasileira de Hospitais contra a União.

Ação de cobrança

A ação da FBH reivindicava a diferença de um pagamento ao SUS, em face da conversão em junho de 1994 do cruzeiro em Real.

Só uma garotinha

Adriana, cujos pais foram assassinados brutalmente a facadas, era da turma da falecida cantora Cássia Eller, em Brasília.

Lorota marqueteira

O ex-ministro de FHC Eduardo Jorge almoçou com Ben Self, do staff de Barack Obama, mas nega a proposta de US$ 9 milhões para que ele e o parceiro Scott Goodstein trabalhassem para o PSDB. EJ diz que só ele, como vice-presidente, pode tratar desse assunto pelo partido.

Outros tempos

Quando a dupla Ben Self-Scott Goodstein não era famosa e Barack Obama apenas candidato a presidente, o staff da campanha presidencial democrata nos EUA custava US$ 3 milhões/mês.

Espelho meu

Os leitores desta coluna souberam dois dias antes dos jornalões, como o espanhol El País, que os marqueteiros americanos Ben Self e Scott Goodstein foram contratados para a campanha de Dilma Rousseff.

Que surpresa…

Como esta coluna antecipou em 17 de junho, ganhou a “licitação” para atender a prefeitura de BH a agência de propaganda Perfil, que cabe no bolso do dono, Cacá Moreno. Ele fez a campanha de segundo turno do prefeito Márcio Lacerda, mas isso é mera coincidência, claro…

Sinais de atraso

Lula vai protestar na ONU contra o bloqueio a Cuba, mas nada dirá sobre os presos políticos da ilha. “Da próxima vez, ele condenará a derrubada do Muro de Berlim”, ironiza José Carlos Aleluia (DEM-BA).

Revisores, traidores

É grande o suspense em torno do copy-desk do depoimento de Lula para a CPI do Mensalão. Se o ministro Tarso “interviu” Genro (Justiça), o tradutor aloprado do Google ou o doido corretor ortográfico do Word.

Fábrica de leis

Autor da lei de 1997, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) espantou-se com novo projeto de Lei esta semana sobre o registro único de documentos. “Já existe até protótipo de cartão magnético”, lembra.

Teoria da ‘confusidade’

Nem Einstein chegou à tal conclusão de Lula: “O conhecimento que nós aprendemos na universidade é apenas um aperfeiçoamento daquilo que a nossa inteligência contém.” Decifrando: “Sou um gênio.”

Vivendo e aprendendo

Lula admitiu sua “deficiência intelectual”. Reduziu-a, reconhecendo-a.

PODER SEM PUDOR

Aposentado, mostra a tua cara

Em recente audiência pública na Câmara, o presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas, Warley Gonçalves, protestou contra a política do presidente Lula soltando esta:

– O Collor teve os caras-pintadas protestando nas ruas. O Lula vai ter os caras enrugadas.

  •  

Deixe uma Resposta