• 10 out 2009
  • Postado por Tiago

“Este é um governo do engodo e da mentira, que ilude a todos”

Senador Mão Santa (PSC-PI), criticando o governo Lula na tribuna do Senado

Jantar de Palocci, a dois, custou R$ 11 mil

O ex-ministro Antonio Palocci (PT-SP) deve ter recebido a restituição do Imposto de Renda. Sem medo de ser feliz, seu jantar com um amigo, há dias, foi estimado em pelo menos R$ 10 mil por clientes de uma mesa próxima. O restaurante, à beira do lago, em Brasília, é conhecido pelos bons preços, a ótima cozinha e a carta de vinhos. A conta foi alta por causa das duas garrafas de Chateau Latour 1993, a R$ 4.800 cada.

A receita dele

Como deputado pelo PT-SP, Antônio Palocci recebe R$ 16,5 mil brutos da Câmara dos Deputados e mais R$ 15 mil de “verba de gabinete”.

Casta nervosa

Antônio Palocci não respondeu às ligações da coluna. Uma assessora reagiu com uma risada, provavelmente nervosa, e a outra não atendeu.

Comemoração?

Palocci não explicou se o jantar de R$ 11 mil comemorava sua vitória sobre o caseiro, cujo salário não paga uma só taça de Chateau Latour.

Tô fora

Em boa safra, após se livrar de 25 processos, Antonio Palocci não quer disputar o governo paulista. A menos que o PT insista muito, é claro.

Villela: polícia investiga ex-namorados da filha

A Polícia Civil do DF não dispensa a mais remota chance de esclarecer o assassinato do ex-ministro do TSE José Guilherme Villela, de sua mulher e da empregada, há quase 40 dias. Agora investiga até mesmo antigos relacionamentos da filha das vítimas, como um médico que foi namorado dela há quinze anos e outro, conhecido apenas pelo prenome, Vander, que anos depois se envolveu em casos policiais.

Incansáveis

Quarta, às 22h, a neta das vítimas voltou a depor. Saiu da delegacia às 2h da madrugada. Seu namorado, perito da PF, saiu antes, às 23h30.

Quem paga?

O MST desocupou o laranjal da Cutrale em São Paulo. Mas quem vai pagar o prejuízo de cerca de R$ 1 milhão que os vândalos deixaram?

Ele é ‘o cara’

Lula pode até continuar sendo “O Cara”. Mas quem ganhou o Nobel da Paz com menos de um ano de governo foi Barack Obama.

Foi por pouco

O Rio escapou por pouco, graças ao calendário gregoriano: se o Nobel da Paz tivesse sido escolhido dez dias antes, Barack Obama chegaria em Copenhague com moral alta, senhor do universo. E, aí, bye bye Rio.

Promessa é dívida

Em palestra para oficiais da reserva, no Parque de Material da FAB, em São Paulo, o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, disse que Lula prometeu fazer da Força Aérea “a melhor da América do Sul”.

TV Brasil aprovada

Após dois anos no ar, a TV Brasil já é conhecida por um terço da população (34%) e a programação (ótima para 22% e boa para 58%) tem 80% de aprovação dos telespectadores, segundo pesquisa do Datafolha para a EBC, a Empresa Brasileira de Comunicação.

Ajoelhou, tem que rezar

Depois de ir ao Senhor do Bonfim, falta agora a ministra Dilma Rousseff comer buchada de bode e subir numa mula. São leis imutáveis da campanha eleitoral no Nordeste. FHC e Lula sabem disso.

‘Homipresente’

Falta pouco para Lula e a inseparável ministra-candidata Dilma irem a batizado de boneca: programam uma visita ao bebê da neomamãe baiana Ivete Sangalo, na Bahia do governador petista Jacques Wagner.

Gregório valente

Começou a gravação em Recife do filme “A história de um valente”, do diretor pernambucano Cláudio Barros sobre Gregório Bezerra, que lutou bravamente contra a ditadura de 1964, e morreu em 1983.

Serra no sertão

O governador de São Paulo, José Serra, vai hoje a Petrolina, no sertão pernambucano, a pretexto de visitar a Festa da Uva e do Vinho no São Francisco. Terá a companhia do presidente do PSDB, Sérgio Guerra, dos senadores Jarbas Vasconcelos (PMDB) e Marco Maciel (DEM).

Pedófilo teme cadeia

O deputado cassado Wallace Souza (PP-AM), acusado de pedofilia, entre outros crimes, pode ser transferido para um batalhão da PM em Manaus. Entregou-se nesta quinta (9) e teme represália dos internos.

Pensando bem…

…o vazamento dos exames do Enem está fadado a não dar em nada. Por falta de provas.

PODER SEM PUDOR
Cruz credo

Conta o catarinense Esperidião Amin que certa vez encontrou no centro de Florianópolis uma amiga e eleitora do interior, de uma família de agricultores. Enquanto caminhavam, ela fez o sinal da cruz três vezes, ao passar diante de uma agência do Banco do Brasil. E esclareceu:

– É que eu tenho dois filhos e um genro enterrados aí dentro…

  •  

Deixe uma Resposta