• 12 nov 2009
  • Postado por Tiago

“O Brasil do presente é o líder do futuro”

Presidente israelense, Shimon Peres, puxando o saco do presidente Lula, em Brasília

Serra rejeita pressão e enquadra o DEM

O governador tucano de São Paulo, José Serra, deu um “chega-prá-lá” humilhante no DEM, há dias, quando foi pressionado a definir sua candidatura presidencial. Disse à cúpula do Democratas que administra seu tempo como achar melhor, que não aceita pressão e que só a ele cabe a decisão de disputar ou não a sucessão de Lula. “Quem quiser me acompanhar terá de se adequar a isso ou cair fora”, advertiu.

Com Aécio

Após a bronca de Serra, que também não se comprometeu a acatar um vice do partido, o DEM se engajou na turma do mineiro Aécio Neves.

Emparedados

O problema do DEM é não ter alternativa senão esperar pelo PSDB. E o de Aécio é vir a ser obrigado a apoiar a eventual candidatura Serra.

Desculpas de sempre

Pouco mudou desde o apagão de 1999: o governo foi pego de surpresa e, como no governo FHC, culpa da natureza, desígnios de Deus etc.

Apagão idêntico

Na era Lula, o apagão é semelhante ao de FHC: falta de investimentos. Atrasado, o PAC das hidrelétricas só existe nas festas e fanfarras.

Brasil compra 15 aviões ‘espiões’ de Israel

O Brasil assinou acordo de US$ 350 milhões com a IAI, a Indústria Aeroespacial Israelense, para a compra de pelo menos 15 aviões espiões Vants (Veículo Aéreo Não-Tripulado). O objetivo é reforçar o monitoramento das fronteiras e aplicar a tecnologia na segurança da Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016, no Rio. Quinze agentes da Polícia Federal treinam em Israel a operação dos aviões.

Delivery

Três dos aviões israelenses não-tripulados devem ser entregues até março de 2010 e outros 12 chegarão ao Brasil até 2014.

Diferente

O governo brasileiro havia anunciado o acordo para comprar os Vants em setembro, mas admitiu que apenas compraria três aviões espiões.

PM Futebol Clube

O time de futebol da Polícia Militar de Sergipe vai à Europa disputar um campeonato. Mas o custo da viagem é mantido em segredo.

Olha quem vem para jantar

Acusada de enriquecer no cargo, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, associou-se ao semi-ditador Hugo Chávez em ataques bizarros à liberdade de imprensa, e visita Lula no Brasil na quarta (18).

Lobby do bicho

O projeto que regulamenta o bingo parece elaborado por bicheiros que controlavam esse jogo ilegalmente no país: pretende limitar a três filiais cada empresa do setor. Isso serve a quem utiliza “laranjas” e afasta o investidor estrangeiro, habituado às regras rígidas da Europa e EUA.

Sabotagens

Domingo, o programa “60 minutes”, da rede ameriana CBS News, mostrou como é falho o sistema elétrico do Brasil, revelando uma suspeita da CIA: sabotagens provocaram apagões em Vitória e RJ.

Xingamento

Em Ilhéus (BA), habituada aos absurdos celebrizados pela obra de Jorge Amado, o presidente da Câmara Municipal, Jailson Nascimento, processou um blog, o do Gusmão, por ter sido xingado de… “Sarney”.

Drible na lei

O governo petista da Bahia, contratou sem licitação, por R$ 3 milhões, uma empresa para “treinar” servidores da Secretaria da Fazenda. A estimativa é que até agora o governo de Jaques Wagner fechou contratos de R$ 100 milhões com a chamada “dispensa de licitação”.

Churrasquinho

O petista Lula gosta de conversar com o governador do DF, José Roberto Arruda, e o vice, Paulo Octavio do DEM. Combinaram um churrasco no próximo fim de semana do presidente em Brasília. Mas o problema é exatamente este: Lula ser encontrado em Brasília.

Frade descoberta

Um assessor do deputado Sandro Mabel (PR-GO) foi demitido sob a acusação de fraudar um programa de assistência pré-escolar para filhos de funcionários da Câmara. O grupo é acusado de afanar mais de R$ 1 milhão através do registro falso de filhos, 14 no total.

Mudanças na Corte?

A Associação dos Magistrados Brasileiros protocola nesta quinta uma proposta de emenda à Constituição que pede mudanças nos critérios de escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal Atualmente eles são nomeados pelo presidente após a elaboração de uma lista tríplice.

Perguntar não vicia

Numa guerra Venezuela-Colômbia, qual delas viraria pó?

PODER SEM PUDOR
Medalhas: quem as merece?

A rainha Elisabeth II visitava o Brasil, no governo do general Costa e Silva, e foi recepcionada no Palácio da Alvorada (na época, o Palácio do Itamaraty não existia) ao lado do marido, príncipe Phillip, pingunço profissional. Após algumas doses, o príncipe resolveu usar o humor britânico para ironizar as condecorações no peito do general Jaime Portela, chefe do Gabinete Militar do presidente brasileiro:

– Medalhas conquistadas no campo de batalha, general?…

Eram medalhas por mérito, antiguidade etc. Portela devolveu na bucha:

– E estas no seu peito, majestade, foram conquistadas na cama?…

  •  

Deixe uma Resposta