• 12 dez 2009
  • Postado por Tiago

“Não aprovar o reajuste dos aposentados é de chorar”

Senador Paulo Paim (PT), um dos únicos defensores dos aposentados no Congresso

Crise: Serra demite assessores da mulher

Uma crise familiar envolve a surpreendente demissão, ontem, da assessoria da primeira-dama de São Paulo, Mônica Serra, no Fundo de Solidariedade que ela preside. As ordens teriam partido do próprio governador tucano José Serra. Fontes do governo garantem que foram pelo menos 12 os demitidos, além de 18 pessoas por ela indicou para outros cargos. Amigos do casal lamentam a “iminente separação”.

Só um

Oficialmente a assessoria de Serra reconhece apenas a demissão de um dos principais assessores da primeira-dama paulista.

Juntos

A assessoria do governador José Serra (PSDB) diz apenas que ele e a esposa “permanecem casados”.

Peso político

Se for mesmo confirmada, a separação de José Serra pode ter reflexos no futuro político do governador e até em candidatura presidencial.

Tango argentino

José Serra, aliás, tem feito viagens freqüentes a Buenos Aires, sempre na maior discrição. Deve ser a saborosa carne portenha.

Visita do vice atrapalha rotina do carioca

A numerosa comitiva que acompanha o vice-presidente José Alencar não conduzia com sua simplicidade. Durante a manhã e inicio da tarde desta sexta-feira a tal comitiva atrapalhou a vida de milhares de cariocas que circulam no centro do Rio. A pequena rua Rodrigo Silva ficou bloqueada por inúmeros carros com placas da Presidência da República, além de viaturas da PM e da PF e até ambulância.

Ele merece?

À saída da rua Rodrigo Silva, entrando na av. Rio Branco, a comitiva de José Alencar tomou uma sonora vaia. O povão pensava que era Lula.

E ele vai ficando…

O Brasil deu prazo até 27 de janeiro para o “bode” Manuel Zelaya sair da embaixada em Honduras. Se não der, fica para 30 de fevereiro…

É o que falta

Para se defender, só falta o deputado Leonardo Prudente, presidente da Câmara do DF, anunciar que ainda tem uma carta na meia.

Catarata

Depois do DEM no DF, chegou a vez do PSDB em Santa Catarina: a PF indiciou o vice-governador Leonel Pavan, quatro servidores públicos e dois empresários – um do Rio de Janeiro. A Operação Transparência apura suposta sonegação fiscal de combustíveis no Estado.

Coincidência

O deputado Chico Vigilante, presidente do PT no DF, é autor de um dos pedidos de impeachment de José Roberto Arruda. Mas seu ex-assessor de imprensa, Lenilton Costa, agora assessora o governador.

Rolando o lero

O ministro Nelson Jobim (Defesa) garante que o resultado da licitação dos caças sai em janeiro. Mas a decisão não passa por ele: é exclusiva de Lula. Ouvido o brigadeiro Juniti Saito, comandante da Aeronáutica.

Anorexia

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do finado Fome Zero, bateu o recorde de economia com cartões corporativos em 2009: R$ 99,1 na Casa das Fechaduras, em Brasília.

Vale uma nota

Se equivale ao preço da farda, a Educação em Roraima é de Primeiro Mundo: o governo vai pagar R$ 29 milhões à empresa Nilcatex. O Ministério Público tenta reverter a decisão judicial que deu o ok.

Nem arruda salva

Não é previsão de Mãe Dinah, mas de adversário de peso: o início de 2010 poderá um virar um pesadelo para conhecido governador das hostes de Lula. “Digamos que ele está no CTI”, compara o perverso.

Farra no Piauí…

O Conselho Nacional do Ministério Público quer acabar com a gastança no MP do Piauí: R$ 1,5 milhão em “vantagens pessoais”, de 2005 a 2008, R$ 323 mil em jetons em 2005, e R$ 236 mil em “abono”.

…desconhece pobreza

Alguns defensores do interesse público, num Estado tão carente, recebiam acima do teto. O CNMP registrou mais servidores que cargos e até consórcios criados sem autorização do Banco Central.

Pensando bem…

…é uma merda ouvir um presidente da República dizer “merda”.

PODER SEM PUDOR
Ah, as suecas…

Em 1960, candidato a presidente, Jânio Quadros encontrou em Roma o escritor Fernando Sabino no bar do hotel. Sabino contou então que seguiria viagem para Estocolmo, na Suécia. Jânio suspirou:

– Que mulheres, santo Deus! Já teve alguma experiência com as suecas?

Sabino respondeu que não, e Jânio continuou em êxtase:

– Debaixo daquela frieza glacial escondem um verdadeiro vulcão!

Depois, expulsou o escritor:

– Fora, vá já já correndo a Estocolmo! Nem mais um segundo aqui!

  •  

Deixe uma Resposta