• 28 dez 2009
  • Postado por Tiago

“Trata-se de um governo de conveniência”

Deputado Narcio Rodrigues (PSDB-MG), ao criticar investimentos do governo Lula

‘DEMsalão’: empresa falida levou R$ 12 milhões

A Secretaria de Educação do DF pagou R$ 12,7 milhões, em 2007, à empresa Sangari do Brasil, de um suposto amigo do governador José Roberto Arruda, Ben Sangari. O contrato, sem licitação, para dar “suporte técnico para o ensino de ciências” nas escolas públicas, foi firmado quase dois anos e meio após a Sangari do Brasil haver fechado as portas. O CNPJ da empresa foi extinto em 2005.

Conhecido

Segundo Durval Barbosa delatou à PF, Ben Sangari prometeu “retorno financeiro” ao DEM de Brasília caso ganhasse contratos no governo.

Toma lá, dá cá

Emissários tentam convencer José Serra a oferecer a Aécio Neves metade do ministério de eventual governo tucano, para tê-lo como vice.

Aécio 2014

Outra condição proposta para que o mineiro Aécio Neves aceite ser o vice é a garantia de que José Serra não tentaria a reeleição, em 2014.

Está difícil

Todas as propostas de acordo, conduzidas por emissários tucanos, têm sido rechaçadas tanto por José Serra quanto por Aécio Neves.

Reforma cria uma ‘tropa de choque’ no Senado

A nova proposta da reforma administrativa do Senado, que apenas lembra o plano original da FGV, contém 22 artigos que tratam da “Polícia do Senado”. Está prevista a criação do “Grupo de Operações Especiais” e também o “Serviço de Inteligência Policial” do Senado. Já o art. 138, por exemplo, cria o “Serviço de Proteção Presidencial”, que deverá proteger o presidente do Senado em qualquer lugar do mundo.

De todos

Servidores também ganharão proteção da “Polícia do Senado” em qualquer lugar do mundo, sob a ordem do presidente da Casa.

No vermelho

Hemocentros de todo o País pedem doações nesta época. É que caem os estoques e aumentam os acidentes. Faltam sangue A, B e O.

2010 de Xangá

O ano de 2010 será regido por Xangá, o Orixá da Justiça. O Brasil vai precisar muito dele pra colocar em ordem a bagunça que foi 2009.

Ameaças claras

Antes de delatar a corrupção no DF, Durval Barbosa ameaçava Arruda até diante de testemunhas. Fez isso pelo menos duas vezes, durante reuniões do secretariado, ao se queixar da redução dos gastos do governo com informática. A revelação é de um auxiliar do governador.

Incerto e não sabido

O destino de Durval Barbosa é o segredo mais bem guardado de Brasília. Seu acordo de delação premiada inclui sua adesão ao Programa de Proteção a Testemunhas, do Ministério da Justiça.

Pergunta incômoda

A dúvida nos meios políticos de Brasília é: réu em pelo menos 32 processos criminais por corrupção, Durval Barbosa se livrará de todos eles, após ganhar nova identidade para viver em outra cidade?

Devolução em espécie

O relatório final da CPI da Conta de Luz na Câmara determinou que em dois meses a Aneel deve achar uma maneira de pagar “em espécie” os valores cobrados a mais dos consumidores, nos últimos anos.

Mais ética, Aneel

O relatório da CPI da Conta de Luz pede que a Aneel “revise” o Código de Ética para impedir que dirigentes atuem em processos de empresas ou agentes do mercado de energia com os quais tenha tido vínculo.

Quanto vale?

Os delegados de Polícia Civil do DF deixaram de ter o maior salário do Brasil, este ano. Recebiam R$ 13,3 mil iniciais, mas, agora, o Mato Grosso do Sul paga a seus policiais mais de R$ 15 mil por mês.

Índios na hidrelétrica

Uma expedição a Estação Mujica Nava, em Porto Velho (RO), constatou vestígios da presença de índios isolados numa faixa entre 10 e 30 quilômetros do canteiro de obras da usina hidrelétrica de Jirau.

Projetos, projetos

Em entrevista a um jornal local, o cônsul-geral do Brasil em Atlanta (EUA), Adalnio Ganem, garantiu que o governo vai executar grandes projetos em razão da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Pensando bem…

…se o Natal é feito de juras eternas e presentes na meia, para a turma do “DEMsalão”, até a Operação Caixa de Pandora, todo dia era Natal.

  •  

Deixe uma Resposta