• 04 jan 2010
  • Postado por Tiago

Mãos ao alto: Senado terá tropa de elite

O Senado quer criar um inusitado Serviço de Armaria. Está na reforma administrativa. É para atender a Polícia Legislativa, que já treinou na Swat, a elite da polícia dos EUA. Hoje já existe uma Sala de Armas, extraoficial. Mas antes de criar o serviço, será preciso treinar os policiais legislativos. Muitos já têm idade avançada. Outros, pouca afinidade com armamentos. Aliás, para que armas no Senado?

Prazo curto

Os tribunais só têm até o dia 29 próximo para enviar ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) os processos julgados.

Feriado forense

Termina dia 6 o recesso do Judiciário. Os prazos processuais, que estavam suspensos desde o dia 20 de dezembro, voltam a contar.

Alô, presidente

A Presidência da República vai gastar quase R$ 2 milhões em operação e manutenção das centrais telefônicas do Palácio do Planalto, em 2010.

Guerra é guerra

O departamento logístico do Exército já garantiu as munições para o próximo ano. Foram R$ 5 milhões para a aquisição dos cartuchos.

Correndo contra o tempo no STJ

Tem ministro do Superior Tribunal de Justiça incomodado com a Meta 2, esforço do Judiciário para julgar processos que ingressaram até dezembro de 2005. São tantos atrasados, que as distribuições nem mesmo respeitam a Seção a que o magistrado pertence. Já são cinco desembargadores convocados para correr contra o tempo.

Luz é preciso

A Câmara dos Deputados estará livre de apagões em 2010: comprou por R$500 mil um gerador de energia que garante luz por 12 horas.

Água na meia…

O Guará, um dos bairros mais populosos do DF, ficou sem água de domingo a quarta-feira, em meio aos preparativos do Natal.

…e panetone no escuro

Além da falta d’água, o governo do DF anuncia que faltará luz em vários bairros de Brasília. Durval Barbosa vai precisar de pilha para filmar…

Obras em risco

Falta de segurança põe em risco as obras de arte no Museu da República, na Esplanada dos Ministérios, recém-inaugurado. Algumas peças já estão danificadas porque os visitantes insistem em tocá-las.

Ajuda ao Timor

Uma professora no Timor Leste, país de língua portuguesa que ficou sob o domínio da Indonésia por 24 anos, faz um apelo na internet para doação de dois quilos de livros. De Portugal, sai por R$ 5.

Sem incentivo

O problema é que para mandar do Brasil, a encomenda sai por R$ 76. E não tem essa de tarifa econômica dos Correios, não. O Brasil tem vários professores no Timor, mas falta incentivo para enviar livros.

Meu filho, não

Nem no tranco pega o projeto do senador Cristovam Buarque para políticos colocarem filhos em escola pública: o prefeito do Rio, Eduardo Paes, por exemplo, paga cerca de R$2 mil na “top” Suíço-Brasileira.

A festa de cada um

O governador do DF, José Roberto Arruda (sem partido), preferiu ficar em Brasília, mas o vice, Paulo Otávio (DEM) foi para São Paulo. O presidente da Câmara Legislativa-DF, Leonardo Prudente, aquele do dinheiro na meia, preferiu Goiás, terra de Delúbio Soares.

Canal da esperança

O presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes, virou assíduo no YouTube. Na quinta (31), respondeu a perguntas de detentos do DF e garantiu que “processos de ricos e pobres recebem a mesma atenção”.

‘Mother Dinah’

Um grupo de jornalistas do jornal britânico Financial Times previu que o Brasil será campeão da Copa de 2010, na África do Sul, e a ministra Dilma a futura presidente. Elementar a primeira previsão, meus caros…

Voa Lula, voa

Um leitor gaúcho propõe a campanha “Lula, 365 dias fora do Brasil”: atribui o bom momento do país ao fato de que sem o presidente, quem manda é o chefão do Banco Central, Henrique Meirelles.

PODER SEM PUDOR

Urticária localizada

Em conversa com o ex-governador Esperidião Amin (SC), o senador Arthur Virgílio revelou certa vez ter “urticária” do ex-prefeito Paulo Maluf, tal a sua aversão ao correligionário do catarinense. Amin pegou sua mão:

– Quero ver se você tem urticária também pelos correligionários de Maluf.

Arthur descartou:

– Minha urticária é localizada, só aparece em São Paulo.

  •  

Deixe uma Resposta