• 07 jan 2010
  • Postado por Tiago

?A decisão sobre os caças será sempre política?

Chanceler Celso Amorim ?entregando? que Lula já decidiu pelos franceses Rafale

BB e CEF: monopólio do crédito consignado

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal dominam o crédito consignado: compram as folhas de pagamentos de governos estaduais e prefeituras e monopolizam o crédito, que antes era a grande alternativa dos bancos de porte menor para sobreviver. Ao adquirir as folhas, os bancos praticamente obrigam o servidor a quitar seu empréstimo anterior e ?compram? o resultado da operação. Betim (MG) foi uma das vítimas.

Sem lucro

Esse novo empréstimo nem sempre sai por juros mais baixos do que os praticados antes, e os bancos menores não conseguem obter o lucro.

Sem danos

O BB nega que cobre os juros mais altos e ?prática danosa? ao mercado. A CEF e o Banco Central não responderam até o fechamento da coluna.

Cabral ?descobre? Angra

O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), vai hoje (7) a Angra com o ministro Geddel Vieira (Integração), que vem da Bahia ver a tragédia.

País dos feriados

Pelas projeções da Suframa, os 14 feriados em dias úteis, este ano,
causarão prejuizos de R$ 2,8 bilhões ao polo industrial de Manaus.

Ministério ?pesca? servidores

Alugado por R$ 575 mil mensais no início de 2009 para sediar o Ministério da Pesca, o prédio de 14 andares no setor bancário Sul, em Brasília, está praticamente vazio. Funcionários queixam-se da infraestrutura: sem telefone e com rede precária de computadores.

O ministério diz que está em ?fase é de transição? e com ?infraestrurua ?suficiente?, mas adianta que não tem previsão de ocupação total.

Big Brother CH

Todo dia um servidor do governo do DF para o furgão oficial JCY 4960 diante de casa, na quadra 710 da Asa Sul, para almoçar.

É muito mais

A Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades investiu R$34,2 bilhões, e não milhões, desde 2007.

Obama em baixa

Todo mundo sabe que a popularidade de Obama vem caindo, mas hoje ele é menos popular que Hillary e Michelle nos EUA, segundo pesquisas.

Pedras no caminho

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está enrolado com os reparos necessários na caótica rodovia Goiás-Brasília. Problemas nos editais têm atrasado ainda mais as obras.

Ops, ministro…

Em entrevista ao programa de rádio ?Bom Dia Ministro?, Paulo Bernardo (Planejamento) não soube responder sobre construção de uma rodovia em Juiz de Fora (MG) e de investimentos do PAC na Zona da Mata.

…e ops, de novo

?A senhora me pegou no pulo, não sei se está no orçamento e em que condições?, respondeu a uma ouvinte sobre a rodovia em Juiz de Fora. Na edição impressa do programa, o governo tirou as perguntas ?difíceis?.

Judiciário de volta

O Judiciário retoma hoje (7) os trabalhos. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informa que registrou apenas cinco reclamações de decisões de juízes, durante o plantão do recesso.

Receita da vovó

Treze estados já aderiram ao programa do Ministério da Saúde de uso medicinal de várias plantas. Estarão disponíveis este ano a alcachofra, a aroeira, a cáscara sagrada e a garra do diabo, entre outras.

Ano Novo, casa nova

A Câmara dos Deputados vai reformar os imóveis funcionais dos seis blocos da quadra 302 norte, de Brasília. A recuperação geral ?de áreas comuns e áreas externas? vai (nos) custar R$ 45 milhões.

A maior gelada

Quem pensa em tentar a sorte na Alemanha pode tirar o cavalinho da neve: a taxa de desemprego ficou em 8,2%, uma média de 3,2 milhões de desempregados. O resto da Europa também mata cachorro a grito.

Pensando bem…

…começou a temporada de ?caça? de encrenca no ministério da Defesa.

PODER SEM PUDOR

Marcação teatral

Paulo Maluf é um artista. Era prefeito de São Paulo, em outubro de 1996, e visitava o Salão do Automóvel. A certa altura, percebeu que o governador do Estado, Mário Covas, adversário, caminhava em sua direção. Ficou de costas, parado. Quando Covas já estava a um metro e meio de distância, um assessor murmurou entre os dentes: ?agora!?. Naquele instante, Maluf se virou rapidamente e passou pelo governador, acenando sem parar:

– Oi, Mário.

Deixou Covas com a mão no ar e sorriso amarelo no rosto.

charge-engarrafamento-de-trovoadas-de-verão

  •  

Deixe uma Resposta