• 09 jan 2010
  • Postado por Tiago

‘É um país muito importante para nós’

Novo embaixador dos EUA nos Brasil, Thomas Shannon, prometendo mais parceria

Vanucchi quer mostrar que não teme militares

O chefe da secretaria de Direitos Humanos, Paulo Vanucchi, tem contas a acertar com ex-colegas de Aliança Libertadora Nacional (ALN), organização armada que assaltou, seqüestrou e matou, na luta contra o regime militar, e propõe a revisão da Lei de Anistia para demonstrar que não teme os militares. É que ele foi preso em 1971, e alguns colegas o acusaram de falar demais, nos interrogatórios.

Macho man

Desde que assumiu o cargo, Paulo Vanucchi tem feito declarações favoráveis à punição de militares e de suspeitos de crimes de tortura.

Provocador

Na véspera do evento de 21 de dezembro, Vanucchi ameaçou chamar de “covardes” comandantes militares que não fossem à sua solenidade.

Tela quente

Sucesso de bilheteria em todo o país, em Brasília o filme americano “Avatar”, de James Cameron, ganho apelido: “Abafar”.

Meta descumprida

O Judiciário não conseguiu cumprir a Meta 2, criada pelo Conselho Nacional de Justiça para desafogar o Judiciário. Só atingiu 54% dela.

FAB: Gripen barato e salário baixo

A opção da FAB pelo caça de combate sueco Gripen – agora “reanalisada”- poderá trazer mais transtornos que as vantagens do menor preço e da transferência de tecnologia. Especialistas apontam riscos num avião monomotor, que ainda não saiu da prancheta da Saab e precisará de ao menos mil horas de testes. O piloto deverá ser expert, mas o salário, ó: um major experiente ganha cerca de R$7,5 mil.

Sem comentários

A FAB não quis comentar “questões operacionais” nem os salários dos pilotos, “definidos em lei e publicados no Diário Oficial da União”.

‘Afogados’

Quem visita o museu da República, em Brasília, não entende a falta de janelas na obra de Niemeyer. O gasto de energia é de tirar o fôlego.

Sem PMs

O governador do DF, José Roberto Arruda (Sem partido), suspendeu a construção de cem postos policiais por falta de efetivo. Oremos.

Sossega, leão

Os paraguaios torcem que tenha sido vasectomia a rápida cirurgia na próstata do presidente do Paraguai, Fernando Lugo, de 57 anos. Temem que, “recauchutado”, o ex-bispo volte com tudo à “produção” infantil.

É com ele mesmo

Curioso, o presidente Obama: assumiu a culpa pelo perigosa falha na segurança, que quase provocou um atentado num avião que ia para os Estados Unidos, e vai mudar tudo. Por que não disse “eu não sabia?”.

Na escuridão

Os funcionários da estatal de energia Celesc, de Santa Catarina, estão em pânico: o governador Luiz Henrique quer privatizá-la. O provável comprador deve ser JP Investimentos, fundo líder do setor elétrico.

Sete anos de azar

Um gato preto no telhado da casa do deputado Leonardo Prudente (DEM-DF), aquele do dinheiro na meia, foi a estrela dos jornalistas de plantão para a volta dele a Brasília, segunda (11). Apareceu do nada.

Vá se twitter!

Os seguidores do governador Roberto Requião (PMDB-PR) sofrem no twitter: insatisfeito com algum comentário, responde “não, meu bem, minha vaquinha é você”, “moleque” e “deficiente mental”.

Caça ao tesouro

Lula convocou reunião na quarta (13) com os ministros Orlando Silva (Esporte) e Paulo Bernardo (Planejamento). Em pauta, a Copa de 2014. Paulo Bernardo, como se sabe, é o “ cara da grana” no governo.

Esquece

As notícias sobre os escândalos no governo Arruda sumiram do site da OAB-DF, após esta coluna informar que um dos advogados do governador (sem partido) é o novo presidente da entidade.

Perguntar não emprega

Quando Lula vai regulamentar a profissão de carregador presidencial de isopor na cabeça?

PODER SEM PUDOR

Nicotina faz mal

Chamado de “subnitrato do PFL (hoje DEM) de Marco Maciel” pelo radiologista o então deputado pernambucano Pedro Corrêa, o clínico geral Inocêncio Oliveira lembrou que subnitratos são substâncias vasodilatadoras, “que fazem bem às coronárias”. E arrematou, com fina ironia:

– Ao contrário da nicotina do cigarro, inimiga do coração e das artérias…

Foi uma referência à denúncia de envolvimento de Pedro Corrêa com a máfia de falsificadores, inclusive de cigarros.

  •  

Deixe uma Resposta