• Postado por Tiago

Empresas de Santa Catarina são alvos mais uma vez de entidades que usam nomes parecidos aos das associações comerciais e industriais ou empresariais para cobrar mensalidades.  O alerta é feito pela FACISC – Federação das Associações Empresariais de SC – e por todas as associações filiadas ao sistema para que as empresas catarinenses não fiquem no prejuízo.  O boleto bancário da Caixa Econômica Federal é emitido pela Associação Comercial e Empresarial do Brasil, uma entidade que não possui vínculo com a CACB – Confederação das Associações Empresariais do Brasil e tão pouco com a FACISC.

Apesar de ser antiga, a prática tem feito novas vítimas país afora.  Os valores variam de R$ 80 a R$ 400, de acordo com o porte da empresa.  A ação já é conhecida no Brasil há cerca de dez anos e essas se utilizam de um método simples.  As duplicatas são emitidas no período em que ocorre a maior movimentação de documentos nas empresas, próximo às datas de pagamentos.  Dessa forma, é mais fácil driblar os funcionários desatentos.  

Outro alerta aos empresários é quanto à ação intitulada Edição Anual de Marcas e Patentes. Determinada “empresa” envia boletos bancários do Banco Santander para pagamento de uma taxa referente à manutenção da divulgação de sua marca ou patente na Edição Anual de Marcas e Patentes.

A FACISC informa que o único serviço identificado é o de pesquisa de marcas utilizando o CNPJ da empresa.  Este serviço é disponibilizado gratuitamente no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (www.  inpi.gov.br).  Caso as empresas recebam os citados boletos, a FACISC orienta que não efetuem os pagamentos.

  •  

Deixe uma Resposta