• Postado por Tiago

ABRE-PAGINA-14-r---rua-José-Darcy-da-Silva---dom-bosco.jpg-(4)

Caminhões atormentam a vida dos moradores da rua

A rua José Darcy da Silva, no bairro Dom Bosco, em Itajaí, não é mais a mesma desde que a Codetran tirou a placa de proibido caminhões. O que era uma calmaria, virou uma zona. Um dos moradores da rua, o comerciante Manoel Sebastião Amândio Filho, 49, diz que os brutus causam o maior perrengue. ?Só este ano, duas vezes um caminhão bateu na minha casa?, reclamou.

Manoel contou que a placa, que ficava no início da rua, foi tirada depois das eleições. O motivo seria facilitar a vida dos motoras, já que a rua é usada pros brutus entrarem no posto Tibério Testoni, onde usam vários serviços.

O comerciante tem várias razões pra não querer que os caminhões transitem pela José Darcy da Silva. Uma delas é que acaba prejudicando os moradores. Ele disse que, só este ano, dois caminhões já porrearem no muro de sua casa.

A última batida foi semana passada, quando o peixeiro chegou a ficar sem luz e internet. O morador foi quem pagou o preju. ?A gente tem que arcar com a consequência ainda?, falou. Manoel também explica que a rua é estreita e nem saída tem.

Outra preocupação é que, mais cedo ou mais tarde, uma tragédia aconteça. ?Aqui é a rua do lar Fabiano de Cristo. Tem um monte de crianças e, qualquer dia, o caminhão pode atropelar uma?, acredita.

Manoel procurou a Codetran e foi informado que tá rolando um processo na dona justa e ninguém poderia recolocar a placa até o caso chegar ao fim. Mas o morador desmente a informação. ?Eu entrei com advogado, fui no fórum, mas não tem nada disso?, argumenta.

Tá na procuradoria

O coordenador da Codetran, José Alvercino Ferreira, disse que as placas foram retiradas na administração passada. Ele comenta que a rua dá fundos para o posto do Tibério, onde há dois galpões de serviços para caminhões. ?Os galpões têm alvará para funcionar e os caminhões usam esta rua para chegar até eles?, explica.

Para não dar com os burros n´água, Zé solicitou à procuradoria do município uma análise da possibilidade de proibir o trânsito de caminhões na rua. ?Eu quero o aval da procuradoria, porque se o posto recorrer da decisão na justiça, eles vão brigar de advogado para advogado?, argumenta Zé. O resultado para o fechamento ou não do tráfego de brutus deve sair na semana que vem.

  •  

Deixe uma Resposta