• Postado por Tiago

A madrugada de sábado foi de terror pra uma mulher que voltava do trampo, em Balneário Camboriú. A coitada foi atacada por um tarado no bairro das Nações, que a levou pro meio do mato pra aprontar suas safadezas. O vagabundo fugiu diapé e deixou a pobrezinha toda judiada.

Era por volta da 1h30 da manhã e a guria, que tem 30 anos, voltava pra casa depois de mais uma noite de serviço. Quando ela passava pela esquina da rua Palestina com a rua Síria, um desmiolado a agarrou.

A mulher fez de tudo pra tentar se soltar, mas o tarado segurou a coitada com muita força. Ele a levou pra um terreno baldio ali perto, e aproveitou da pobre de todo jeito. A moça bem que quis armar um berreiro pra pedir socorro, mas o vagabundo a ameaçou de morte.

Quando finalmente se deu por satisfeito, o sem-vergonha largou a guria e simandou diapé. Assim que se viu livre do mulambento, ela correu pra procurar ajuda. Acabou parando numa lanchonete que tava aberta, e dali telefonou pra puliça militar.

Os meganhas acudiram a pobrezinha e a levaram pra depê da muié pra registrar um boletim de ocorrência. Ela disse que o endemonhado que a atacou era magricelo, e vestia uma calça jeans e uma blusa verde. Os fardados procuraram o traste pelas redondezas, mas não acharam nem sinal dele.

A mulher foi encaminhada pro instituto médico legal (IML) da Maravilha do Atlântico pra fazer exames que comprovam o estupro.

  •  

Deixe uma Resposta