• Postado por Tiago

Um comerciante de Camboriú foi feito de bobo por dois salafrários bons de lábia, ontem à tarde. O coitado, que é dono de uma floricultura do centro da city, acabou pagando pela assinatura de uma revista que jamais vai chegar à sua casa. O golpe só foi descoberto porque ele desconfiou do recibo, que parecia fajuto.

Deve ter sido o grande movimento ontem, pelo dia dos namorados, que deixou o florista meio banzo. Logo depois do almoço, dois baita mentirosos entraram em sua loja, com pinta de vendedor, e passaram o migué.

Eles disseram que tavam vendendo assinaturas da revista Natureza, especializada em jardinagem. Empolgado, o comerciante topou desembolsar 114 pilas pra receber a publicação em sua casa, uma vez por mês.

Os espertalhões lhe deram um recibo, mas depois que eles foram embora o cara ficou com a pulga atrás da orelha, achando que tinha sido passado pra trás. Insiticado, ele procurou a delegacia da capital da pedra pra tentar descobrir se tinha caído no conto do vigário.

Os homisdalei procuraram a editora responsável pela revista, passaram os nomes dos tais vendedores de araque, e descobriram que ninguém nunca tinha ouvido falar nos golpistas. O florista registrou um boletim de ocorrência e voltou a trampar, pra diminuir o preju. A polícia vai investigar se outras pessoas já foram vítimas da falcatrua.

  •  

Deixe uma Resposta