• Postado por Tiago

Um dia depois de sair no DIARINHO a denúncia que o bar Tropical Beer, na avenida Brasil, no centro de Balneário Camboriú, taria virado numa zona, o dono, Elton Garcia, procurou o jornal. O comerciante afirma que o estabelecimento é traquilis e ainda defendeu o garçom, Thiago Camelo Leite, 23 anos, que tomou dois balaços nas costas enquanto trampava na madrugada de terça-feira.

Elton acredita que os tiros eram pra acertar clientes que tavam sentados em uma das mesas da calçada do bar. Ele contou que os atiradores pararam o carro no outro lado da rua e saíram mandando azeitonadas pra tudo quanto é lado. Pra ele, seu funcionário é trabalhador, moço de família, que não teria broncas com ninguém.

O comerciante afirma ainda que o bar é bem frequentado, por pessoas das mais diversas idades, estilos e classes sociais. Contrariando a reclamação de muitos moradores dos prédios vizinhos, nega que role algazarra por lá todas as noites. Thiago explica que se preocupa com o barulho gerado pelo bate-papo dos clientes e até instalou um toldo abafador no teto pra evitar que o barulho se propague.

Em resposta à denúncia de que tem as costas quentes, Elton garante que é um cidadão igual aos outros e que pode ser penalizado se aprontar alguma baderna. “O que existe lá é inveja. É um modo de ganhar dinheiro fácil”, mandou, falando do processo movido contra o bar pelos moradores da vizinhança.

  •  

Deixe uma Resposta