• Postado por Tiago

INTERNA_10_abre_comerciantes-reclamam-mudanca-de-transito-gravata---foto-Felipe-(1)Comerciantes botaram cartaz pra protestar e ameaçam arrancar as placas de trânsito

Nove comerciantes dengo-dengos tiveram uma surpresa desagradável ontem pela manhã. Quando abriam as lojas, os guardinhas da Navetran estavam na avenida José Juvenal Mafra, no Gravatá, instalando placas de proibido estacionar bem em frente aos seus comércios. Um desvio na avenida, jogando o fluxo do trânsito para a rua Waldemar Bornhausen, também foi criado e, dizem os lojistas, vai prejudicá-los ainda mais.

Cabrreiros com a situação, chegaram a colar um cartaz de desaprovação numa das placas que avisa sobre a mudança e avisam que, se a prefa não voltar atrás, vão arrancar as placas de trânsito por conta própria. ?Isso aqui é um absurdo. Fizeram a mudança, tiraram o nosso estacionamento e nem sequer nos perguntaram alguma coisa, se estava bom, se ia nos atrapalhar?, reclamava o empresário Francisco André, 51 anos, proprietário de uma loja de produtos naturais. Wanderléia Maciel, 27, dona de uma fábrica e comércio de calhas também debulha o pau: ?Ontem à tarde estiveram aqui, deram só uma olhadinha, jogaram as tartarugas na rua e hoje mudaram tudo?.

Ronan Itamar da Silva, 51, é outro pequeno empresário revoltado. Lembra que na frente dos comércios tem um ponto de ônibus que come ainda mais vagas de estacionamento. ?Quem quiser ir às nossas lojas terá que dar a volta pela quadra inteira, mas, quando chegar aqui, pode nem encontrar onde parar?, disse.

Ana Paula Schonaq, 21, da loja Abelhuda Kids, lamenta o possível preju que ela os vizinhos de porta vão amargar. ?Agora no Natal, que estávamos pensando em lucrar, eles fazem isso?, lascou, completando: ?Eles estão é nos prejudicando, isso sim?.

Revoltada também está Marciana de Souza, 37, que toca uma loja de embalagens. Ameaça que se a prefeitura não retirar as placas de proibido estacionar, os comerciantes vão arrancá-las por conta própria.?Isso poderia ter sido feito sem a aprovação da Câmara de Vereadores??, questiona ainda.

A comerciante Marilu Sézia, 25, foi ainda mais longe. Não concorda com a mão única em nenhum local da avenida Juvenal Mafra.

Veja como vai ficar o trânsito naquela região do Gravatá de Navega

A rua Rio do Sul interliga a avenida José Juvenal Mafra, a antiga avenida Armação, com a Prefeito Cirino Adolfo Cabral, conhecida como Beira Mar. Com a mudança de trânsito feita pela tchurma do departamento de Trânsito de Navega (Navetran), ela passa a ser mão única no sentido praia bairro. Ou seja, quem vem da Penha vai passar pela rua da frente do supermercado Top podendo ocupar os dois lados da pista.

Outra mudança foi feita no trecho norte da avenida Juvenal Mafra. Ela passou a ser mão única da rua Argentina até a rua Nelson Seára, que é o sentido Gravatá centro. O desvio colocado na antiga avenida Armação e pivô de toda a confusão, tá exatamente na esquina da Waldemar Bornhausen. Ela desvia o trânsito para a avenida Beira Mar e também vira mão única.

Na hora em que o DIARINHO conversa com os comerciantes, mesmo com as placas que alertavam a mudança, muitas carangas passaram pela Waldemar Bornhausen na contramão, inclusive uma baratinha da PM.

Secretário da Segurança argumenta que mudança evitará congestionamentos

Joab Bezerra Duarte Filho, secretário de Segurança da prefeitura de Navega e responsável pelo Navetran, argumenta que a alteração era necessária para evitar congestionamentos durante a temporada. ?Não fizemos a mudança de qualquer maneira. Duas empresas foram contratadas para planejá-la. Alguém ia perder uma ou duas vagas de estacionamento, mas não tenho como fazer a mudança sem que alguém perca alguma coisa?, lascou.

A vereadora Maria José Flor (PMDB), presidente da comissão de Redação e Justiça da câmara Municipal, disse que nenhum projeto da mudança foi enviado aos parlamentares e explica que quem decide este tipo de coisa é o prefeito, já que é uma ação executiva. Mas ela promete dar um look no local.

  •  

Deixe uma Resposta