• Postado por Tiago

GERAL-8-BASE-douglas-DSCF0473

Douglas: ?Não fiquei nem um pouco preocupado com a acusação?

O presidente da câmara de vereadores de Itajaí, Luiz Carlos Pissetti (DEM), tem mais um pepino pra descascar. Na terça-feira chegou até à casa do povo a denúncia de que uma empresa estaria sendo beneficiada nas licitações da prefa peixeira por ter ligação com o vereador Douglas Cristino da Silva (DEM). Pisseti encaminhou o caso pra comissão de fiscalização apurar se a acusação é verdadeira.

A denúncia partiu da Portal Conservação e Limpeza, empresa que fica no bairro Imaruí e foi derrotada pela J. Moreira Empreendimento, empreiteira de Itapema, que tem na administração a irmã do vereador Douglas. No documento entregue na casa do povo, consta a acusação de que a J. Moreira tá levando trampo adoidado da prefeitura peixeira, tudo por causa da influência do vereador democrata.

A J. Moreira foi credenciada como empresa na Receita Federal no mês de fevereiro e já em julho venceu a licitação pra fazer um serviço de jardinagem pra prefa. Depois, segundo a denúncia da Portal, os trampos foram direcionados, mesmo a empresa não tendo capacidade técnica pra exercê-los.

O caso tá nas mãos da comissão de fiscalização da câmara, que vai analisar tintim por tintim o que consta na denúncia e depois emitir o parecer pra presidência da casa do povo. A comissão é formada pelos vereadores Osvaldo Gern (PP), o próprio Douglas e Clayton Batschauer (PR). Como não tem lógica o acusado se autoinvestigar, ele foi substituído por Paulinho Amândio (PDT).

Gern, que é presidente da comissão, preferiu não dar o seu pitaco por enquanto e disse que hoje os membros vão se reunir pra começar a investigação. ?Eu só dei uma olhada por cima no documento. Como fiz um exame médico, ontem tive que ficar de repouso, mas hoje vou analisar o caso mais de perto?, garantiu.

Douglas, o acusado, confirmou que sua irmã trampa na administração da J. Moreira, só que jura de pés juntos que a denúncia não tem pé nem cabeça. ?A minha irmã entrou na empresa em setembro, quando a licitação já havia sido vencida. Isso não faz sentido?, argumenta.

O vereador democrata conta que ele mesmo pediu o seu afastamento da comissão e considera positivo o fato de um membro da oposição ter ocupado o seu lugar pra investigar a denúncia. ?Eu estou tranquilo. Não fiquei nem um pouco preocupado com a acusação?, comenta.

  •  

Deixe uma Resposta