• Postado por Tiago

Os sabichões da procuradoria de Defesa do Consumidor (Procon) da prefeitura de Itajaí tão divulgando uma série de dicas e informações para que os pais não se enrolem na hora da compra de materiais escolares. Os toques também servem pro consumidor saber o que as direções de colégios podem e não podem exigir na lista de materiais.

O que as escolas tão proibidas de pedir são produtos de uso comum da alunada. Entram nessa lista papel higiênico, sabonete, toalha, esponja, algodão, fita adesiva, cartucho ou tonner pra impressora. O pessoal dos colégios também não pode pedinchar álcool, disco de cd, giz, talheres e copos descartáveis. Quanto às folhas de papel A4, que a gente costuma chamar de papel ofício, no máximo é uma resma por aluno. Cada resma tem 500 folhinhas.

Rafael Martins Seára, chefão da Procon peixeira, alerta que não tem essa história da escola exigir que as compras sejam feitas no próprio colégio. “Esta é uma prática abusiva, pois é obrigação da escola fornecer as listas de material escolar aos alunos, a fim de que os pais ou responsáveis possam pesquisar preços e escolher o local em que irão adquirir os produtos”, explica.

Quem achar que tá sendo vítima de alguma sacanagem das escolas, basta reclamar pros fiscais da procuradoria de Defesa do Consumidor. A Procon de Itajaí fica na avenida Joca Brandão, 655, centro da cidade, naquele prediozinho onde já funcionou o fórum e a prefeitura.

Siga as dicas e se dê bem nas compras

Não caia na besteira de levar o filho junto na hora da compra. Diz o pessoal da Procon que hoje existe uma indústria especializada em seduzir a criançada com produtos mais bonitinhos e bem mais caros.

Só compre o que não tiver sobrado do ano passado. Dê uma olhada no que restou de material de 2009 e avalie se dá pra reaproveitar.

Reúna os amigos e vizinhos e faça compras coletivas. A maioria das lojas dá descontos maiores pra grandes compras.

Prefira pagar à vista. Dessa maneira sempre consegue descontos. Ah! Cartões de crédito são considerados pagamentos à vista, por isso não aceite acréscimo no valor do produto.

Se a compra for a prazo, veja se a taxa de juros cobrada pela loja não é uma facada.

Se comprar com pré-datados, faça questão de que as datas do desconto dos borrachudos sejam especificadas na nota fiscal e no verso dos cheques. Pode ser escrito com a mão mesmo.

  •  

Deixe uma Resposta