• Postado por Tiago

Pela proposta aprovada pelo senado, cada cidade deverá criar normas próprias para normatizar a atividade de mototáxi. A lei municipal deverá seguir uma série de regras que valerão para todo o país. A regulamentação vale também para motoboy e para motovigia.

Pra exercer a profissão, o mototaxista terá que ter, no mínimo, 21 anos de idade e ter cateira de motorista há pelo menos dois anos. Também terá que passar por um curso de formação que será regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Pra todo mundo será obrigatório o uso de coletes com refletores.

Pros motoboys será exigida a instalação de equipamentos de segurança adicionais, como proteções de motor, conhecidas como mata-cachorros e antenas corta-pipas. Eles terão que passar por uma vistoria a cada seis meses.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ganhou um capítulo a mais pra tratar exclusivamente da condução dos motofretistas e que exige uma autorização especial da autoridade de trânsito pras cabritas poderem trabalhar no leva-e-traz de mercadorias.

Os motovigias terão que ter a ficha limpa na justiça, caso contrário não ganham autorização pra trampar.

  •  

Deixe uma Resposta