• Postado por Tiago

Três grupos de estudantes de duas escolas da rede pública estadual de Floripa foram os vencedores do 1º Concurso de Cartazes sobre Homofobia, Lesbofobia e Transfobia. A premiação ocorreu nesta sexta-feira (29), na Escola de Educação Básica Lauro Müller, localizada no centro da capital. O concurso faz parte das atividades do Projeto “Papo Sério”, desenvolvido pelo Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) da UFSC. É fruto, também, de uma pesquisa realizada nas unidades escolares da Grande Florianópolis, onde ficou constatado o preconceito com relação à diversidade.

No total, participaram do concurso 97 estudantes, com 19 cartazes, das escolas Jurema Cavallazzi, Intendente José Fernandes, Dr. Paulo Fontes, e Idelfonso Linhares. Os trabalhos foram selecionados por uma comissão integrada por especialistas da Secretaria de Estado da Educação e pelo voto da comunidade. O evento envolveu o Núcleo de Educação e Prevenção na Escola (NEPRE), vinculado à Secretaria e à Gerência Regional da Grande Florianópolis, o Instituto de Estudos de Gênero e o Grupo Gestor “Escola Sem Homofobia”.

“Esse evento demonstra que o Programa Brasil Sem Hemofóbicos vem sendo promovido em Santa Catarina”, declarou a coordenadora do NEPRE da Secretaria, Rosimari Kock Martins. Para ela, a produção do conhecimento dos estudantes expressam, nos cartazes, a necessidade de se combater o preconceito na unidade escolar. “A escola é o lugar onde se legitima o exercício da identidade e da cidadania”, ressalta. A Organizadora do livro “Educação Sexual na Escola”, Jimena Furlani, considerou o evento como “um momento único” e lembrou que essa é a primeira vez que várias instituições públicas e ONGs estão estimuladas em debater a homofobia.

  •  

Deixe uma Resposta