• Postado por Tiago
Fonte: Divulgação do Festival

Fonte: Divulgação do Festival

O documentário ‘Corumbiara’, do diretor Vincent Carelli, foi o vencedor da 37ª edição do Festival de Cinema de Gramado. O filme mostra evidências de um massacre indígena ocorrido há 24 anos em Rondônia, e a falta de empenho das autoridades em investigar os assassinatos.

O documentário concorria com os longas de ficção “Canção de Baal”, de Helena Ignez, “Em teu nome”, de Paulo Nascimento, “Quase um tango…”, de Sérgio Silva, e “Corpos celestes”, de Marcos Jorge e Fernando Severo. Além do prêmio máximo do festival, “Corumbiara” também levou o Kikito de melhor direção. Carelli dividiu o prêmio com o cineasta Paulo Nascimento, autor de “Em teu nome”.O documentário também foi considerado o melhor filme pelo júri popular de Gramado.

LONGA NACIONAL

Melhor filme: “Corumbiara”, de Vincent Carelli
Melhor diretor: Vincent Carelli por “Corumbiara” e Paulo Nascimento por “Em teu nome”
Melhor ator: Leonardo Machado por “Em teu nome”
Melhor atriz: Vivianne Pasmanter, por “Quase um tango…”
Melhor roteiro: Sérgio Silva, por “Quase um tango…”
Melhor fotografia: Katia Coelho por “Corpos celestes”
Prêmio especial do júri: “Em teu nome”, de Paulo Nascimento
Melhor diretor de arte: Fabio Delduque, por “Canção de Baal”
Melhor trilha musical: Andre Trento e Renato Muller por “Em teu nome”
Prêmio da crítica: “Canção de Baal”, de Helena Ignez
Melhor filme, segundo o júri popular: “Corumbiara” de Vincent Carelli
Melhor filme, segundo o júri de estudantes de cinema: “Corumbiara” de Vincent Carelli
Melhor montagem: Mari Corrêa, por “Corumbiara”

LONGA ESTRANGEIRO
Melhor filme: “A teta assustada”, de Claudia Llosa
Melhor diretor: Claudia Llosa, por “A teta assustada”
Melhor ator: Horacio Camandule, por “Gigante” e Matías Maldonado, por “Nochebuena”
Melhor atriz: Magaly Solier de “A teta assustada”
Melhor roteiro: Adrián Biniez, por “Gigante”
Melhor fotografia: Guillermo Nieto, por “Lluvia”
Prêmio especial do júri: “La próxima estación” de Fernando Solanas
Prêmio da crítica: “Gigante”, de Adrian Biniez
Melhor filme, segundo o júri popular: “Lluvia” de Paula Hernández
Melhor filme, segundo o júri de estudantes de cinema: “A teta assustada” de Claudia Llosa

CURTAS
Melhor filme: “Teresa” de Paula Szutan e Renata Terra
Melhor diretor: Paula Szutan e Renata Terra, por “Teresa”
Melhor ator: Miguel Ramos, por “Teresa”
Melhor atriz: Juliana Carneiro da Cunha, por “O teu sorriso”
Melhor roteiro: Davi Pires e Diego Müller, por “Teresa”
Melhor fotografia: André Luiz de Luiz, por “Ernesto no país do futebol”
Prêmio especial do júri: “Olhos de ressaca” de Petra Costa
Melhor diretor de arte: Diogo Viegas, por “Josué e o pé de macaxeira”
Melhor trilha musical: Leonardo Mendes, por “Josué e o pé de macaxeira”
Melhor montagem: Gustavo Ribeiro, por “Teresa”
Prêmio da crítica: “O teu sorriso”, de Pedro Freire
Melhor filme, segundo o júri popular: “Josué e o pé de macaxeira” de Diogo Viegas
Melhor filme, segundo o júri de estudantes de cinema: “Olhos de Ressaca” de Petra Costa
Postado por Palu às 11:24

  •  

Deixe uma Resposta