• Postado por Tiago

INTERNA-ABRE-PAG-22---s---surfista-Alcides-Lopes-Neto---foto-divulgação

Alcides Neto surfou muito e foi campeão da iniciantes

A nova geração do surfe catarinense foi coroada no último findi com os títulos do circuito SURFuturo Groms 2009. No sábado, na praia da Atalaia, em Itajaí, rolou a terceira e decisiva etapa do campeonato, que reuniu mais de 50 surfistas divididos em cinco categorias. Os troféus de campeão saíram pra crianças de até 14 anos de idade.

Da galeria dos campeões da temporada, o único título de fora de Santa Catarina saiu pra paranaense Camila Ribeiro, na categoria feminina. A mina confirmou o favoritismo e faturou a última etapa, sendo campeã geral com 100% de aproveitamento no circuito, vencendo as três etapas disputadas.

Na espumeiro, pra pequenos brous de até 10 anos de idade, o campeão foi Gabriel Carvalho, de Imbituba, seguido de Lucas Vicente e Kalany de Oliveira. O vencedor da última etapa nesta categoria foi o peixeiro João Guerreiro, que terminou o ano na segunda posição geral. Na infantil, o título ficou com Gustavo Ramos, de São Francisco do Sul, que também levantou o caneco de campeão geral na infantil.

Entre os iniciantes, um dos destaques da nova geração do surfe catarinense, Alcides Lopes Neto, de São Francisco do Sul, faturou a etapa final e ficou com o título com 100% de aproveitamento no ano. Na mirim, o campeão geral foi o dengo-dengo Derick Adriano, que levou a última etapa, superando Wayan Hinckel na corrida pelo título da temporada.

Torneio ecológico na Barra Velha

Alguns dos melhores surfistas amadores de Santa Catarina estarão na Barra Velha, no próximo findi, pra um dos últimos campeonatos de surfe no ano, o Tartaruga Eco Surf 2009. O torneio terá quatro categorias em disputa: open, longboard, convidados e iniciantes.

Além de juntar vários brous que mandam bem em cima da prancha, o Tartaruga Eco, assim como outros torneios que rolam no litoral catarinense, é um campeonato que busca a preservação da natureza e terá o intuito de ajudar as tartarugas marinhas das áreas costeiras. Pra mostrar que a disputa é mesmo ecologicamente correta, a organização, em parceria com o projeto Tamar, que preserva as tartarugas marinhas, vai realizar a soltura das bichinhas durante o evento.

Apresentada pela Rip Fly, nova marca catarinense especializada em surfe, o Tartaruga Eco é o único campeonato gratuito do estado. E dentro da água a briga promete ser boa na categoria open, a principal em disputa. Alguns dos surfistas confirmados são Alcides Lopes Neto, Dickson Queiróz, Stewison Crippa, André Moi, Victor Drews e Aloin Trevisani, todos sempre presentes em circuitos catarinenses amadores.

  •  

Deixe uma Resposta