• Postado por Tiago

“A sutentabilidade é uma forma de conduta que deve ser implementada pela sociedade moderna, o crescimento com preservação dos recursos maturais, sua utilização racional economizando no que puder para estender às gerações futuras um mínimo de padrão de vida limpo. Não vejo nenhum problema no uso indiscriminado da palavra sustentabilidade, tudo que vise defesa ambiental merece respeito e adesão. As ações individuais de educação ambiental e práticas de uso racional e moderado dos bens de consumo uma forma de preservar a natureza.

Não sou contra o consumo até porque vivemos em cadeias produtivas de produção industrial de bens de consumo que geram inúmeros empregos formais, diretos e indiretos. A lei de oferta e procura regula o mercado, os produtores e revendedores massificam a propaganda com intuito de vender o máximo possível para elevar a linha de produção e minimizar os custos. Esta rotatividade gera o lixo no percurso e no final da linha produtiva. As prefeituras são responsáveis pelos dejetos em cada município do país, iniciativas privadas complementam o processo de tratamento.

A reciclagem e sua utilização com alta tecnologia de processamento uma meta a ser atingida em nossa sociedade política, minimizar os custos para proporcionar competitividade a estes produtos que contribuem para dar mais vida útil aos lixões e aterros sanitários em toda a nação. O Poder Público deveria investir maciçamente em usinas de tratamento de esgoto para adequar a sustentabilidade exigida pela modernidade. Todos querem um ambiente despoluído como forma de elevação do padrão de vida baseado na qualidade ambiental, evita-se doenças e mortalidade se medidas práticas forem tomadas neste rumo ecológico.

No campo não deixa de ser diferente, os produtores rurais podem praticar uma agricultura sustentável, diminuindo os herbicidas tóxicos que contaminam os lençóis freáticos, o desenvolvimento tecnológico sustentável pode ir à direção de busca da agricultura orgânica limpa, o grande dilema é o custo elevado de agricultura limpa. Uma forma de proteção do solo evitando erosão e escoamento da terra boa é integrar culturas no plantio direto, assim que colhe a soja já se planta o trigo ou aveia na palha da cultura passada. Eleva-se a umidade da lavoura, minimiza utilização de arados e contribui para alargamento da produção.

A cana-de-açúcar pode ser cada vez mais limpa, evitando queimadas e buscando produção de energia elétrica do resíduo o bagaço da cana, o incentivo a produção do etanol está no próprio mercado consumidor nacional e internacional, a expansão canavieira é uma realidade, temos que evitar a monocultura e elevação dos preços dos alimentos. Combustível limpo e alternativo o maior exemplo que o Brasil fornece ao mundo desenvolvido. Verdes nas hidroelétricas e no combustível.”

Ass: Fernando Marrey Ferreira

– advogado verde.

(Transcrito Ipsis Litteris)

  •  

Deixe uma Resposta