• Postado por Tiago

O Conselho Tutelar de Itajaí começou na manhã de ontem um trabalho de fiscalização e conscientização dos donos de botecos e lanchonetes pra tentar reduzir a venda de biritas e cigarros à crianças e adolescentes. A fiscalização começou pelos barecos do Rio Bonito, no bairro São Vicente, nos arredores do colégio estadual Ary Mascarenhas Passos.

Os conselheiros cansaram de receber denúncias de que donos de bodegas instaladas próximo a escolas tavam vendendo porcarias proibidas pros pimpolhos e resolveram dar um pulo no São Viça. Durante toda a manhã, foram vistoriados 17 pontos de comércios, divididos entre bares, lanchonetes e padarias.

O objetivo da visitinha surpresa foi dar um puxão de orelha nos responsáveis pelas bodegas e deixar claro que o conselho não vai dar moleza se continuar rolando o comércio de besteiras pros dimenores. O vice-presidente do conselho em Itajaí, Marcelo Luciano Alves, conta que foram distribuídas várias advertências, mas ninguém foi pego abastecendo a gurizada.

“Quando eu saía de um comércio, percebi um menino entre 10 e 12 anos tentando comprar cigarro, mas o dono do local não fez a venda”, comenta o conselheiro. Marcelo foi até a casa do garoto, que mora no próprio bairro, pra dar um pito no pai.

O conselheiro explica que ações como a de ontem vão se tornar rotineiras, principalmente próximo aos colégios de Itajaí a partir deste mês. Ele pede que o povão denuncie as bodegas que estão vendendo besteira para os dimenores, e ajudem a fiscalização. Quem tiver alguma denúncia pode procurar o conselho através do número 0800-642-4455, em horário comercial, ou no 9963-1684, a qualquer hora do dia.

  •  

Deixe uma Resposta