• Postado por Tiago

Os paraguaios que vivem na surdina – sem documentação – no Brasil vão ter uma forcinha entre os dias 3 e 5 de dezembro pra legalizar sua situação antes que acabe a validade da Lei de Anistia – que concede a permanência no país pra imigrantes. Neste período, a cônsul geral do Paraguai, Lourdes Bogado de Insfrán, vai estar numa salinha da secretaria de Turismo da Maravilha do Atlântico pra auxiliar os gringos clandestinos.

A secretaria fica na rua 2950, 771, no centro, e o escritório provisório também vai atender paraguaios que perderam documentos e dar orientação sobre passaportes. O atendimento vai rolar das 9 às 13h e das 14 às 17h na quinta e na sexta e no sábado das 9 às 12h.

  •  

Deixe uma Resposta