• Postado por Tiago

INTERNA-POLÍCIA-ABRE---CINCO-P---RECUPERACAO-DE-CARGA.JPG-(2)

Galpão escondia quase toda a carga levada pelos bandidos

Os tiras da central de Operações Policiais (COP) acharam na manhã de ontem, num galpão abandonado às margens da BR-470, em Navega, a carga de eletrônicos roubada domingo de um caminhão contêiner, que esperava pra entrar no porto peixeiro. O contêiner tava recheado de programas e peças pra computadores. A carga tava avaliada em cerca de 75 mil dólares.

O crime rolou por volta das 11h de domingo. Três assaltantes renderam o motora Valdeci Barbosa, 42 anos, quando o coitado chegava no porto peixeiro pra descarregar o contêiner. Eles apareceram no Gol, placa ELQ 2741 (Osasco/SP), e aproveitaram quando o bruto diminuiu a velocidade pra pular no caminhão e dar o atraque no coitado.

Um dos bandidos assumiu a boleia, enquanto os outros dois jogaram o motora no banco de trás do Gol e seguiram pra Penha. Valdeci e a caranga, que era roubada, foram abandonados horas depois do assalto no loteamento Quati, na Penha.

Logo após a vítima ser abandonada, a polícia chegou até o caminhão, placa BYE 4743 (Itajaí). Os moradores do bairro Escalvândia, em Navega, ligaram pra polícia avisando que o bruto tava abandonado naquelas bandas. Eles foram até o local e descobriram que era o mesmo veículo roubado de Itajaí. Os tiras deram uma olhada no contêiner, que tava vazio, e a carga já tava longe.

Na manhã de ontem, os tiras da COP chegaram até o galpão abandonado, que fica às margens da BR-470, perto do inferninho Pantera Negra. No local, os tiras encontraram quase toda a carga que tinha sido levada do contêiner ? apenas uma caixa tava faltando. Os moradores da região também confirmaram aos policiais que, no domingo à noite, um caminhão parou no galpão e descarregou uma carga.

Os tiras acreditam que a caixa da mercadoria levada servia como amostra dos bagulhos que eles venderiam no mercado negro. Provavelmente, os trastes só voltariam ao galpão quando tivessem fechado um negócio.

Distância dos contêineres

Na tarde de ontem, o motorista assaltado esteve na COP pra bater um papo com o delegado Rui Garcia dos Santos. O dotô garantiu que o motora não teve envolvimento no crime. O coitado não quis falar com a imprensa, mas o dono do caminhão, que o acompanhou no depoimento e não quis revelar o seu nome, disse que o funcionário tá bastante assustado com o roubo e não quer voltar a trampar com o transporte de cargas pro porto.

  •  

Deixe uma Resposta