• Postado por Tiago

Moradores de Ilhota tomaram um baita susto na tarde de domingo quando passeavam por um dos morros que cercam a cidade, próximo ao centro. Eles encontraram o corpo de Daniel Ramos Fernandes, 40 anos, já bem estragado, no meio do matagal, o que sugere que tenha sido largado por lá faz alguns dias. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Blumenau. Não se sabe ainda as causas da morte e a polícia espera o laudo da perícia para começar as investigações. Mesmo assim, os tiras só vão investigar caso seja comprovado que Daniel não partiu pro além por causas naturais.

Os vermelhinhos da cidade das calcinhas, que retiraram o corpo do mato, dizem que o rapaz foi vítima de agressões. Conforme o pessoal dos bombeiros, ele apresentava marcas na cabeça e devia ter sido desovado há três dias.

Já os técnicos do IML de Blumenau, encarregados de examinar o corpo e apontar os motivos da morte, sustentam outra versão. Para eles, Daniel foi comer capim pela raiz por causas naturais. Os entendidos da cidade dos alemóns garantem que o carinha não tinha marcas de violência pelo corpo, e pelo estado em que estava, devia tá morto há uns sete dias.

Como tem duas versões para a causa da morte, a polícia civil prefere aguardar o resultado de todos os exames para começar ou não a investigação. O tira da depê da Ilhota, Márcio Thomé, diz que como existem várias hipóteses pra morte do cara, vai aguardar o parecer médico pra começar a trabalhar no caso. Daniel era natural de Joinville, mas morava em Ilhota, e estava desempregado.

  •  

Deixe uma Resposta