• Postado por Tiago

A família de Cleidir Roberto da Silva, 22 anos, apareceu ontem no Instituto Médico Legal (IML) de Itajaí pra reconhecer o corpo do gurizão. O coitado foi encontrado boiando no ribeirão Schneider, no bairro Fazenda, na quinta-feira passada. O laudo médico apontou afogamento como a causa da morte. O gurizão ficou três dias nas águas fedorentas até ser encontrado.

O corpo de Cleidir foi retirado do ribeirão pelos bombeiros da city peixeira, já bem estragado. Como não tinha documentos, o coitado ficou na geladeira do IML até ser reconhecido. O carinha tava desaparecido há uns 10 dias, quando começou a ser procurado pela parentada. A família informou que ele sofria de depressão.

  •  

Deixe uma Resposta