• Postado por Tiago

Uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde informa que a cada ano mais de 140 mil crianças são internadas em hospitais da rede pública.  A causa?  Acidentes domésticos, o que representa para o Serviço Único de Saúde (SUS) um custo no total de 63 milhões de reais.

A maioria dos ferimentos nas mãos ocorre dentro de casa e as crianças são as principais vítimas.  Na fase da infância, onde a curiosidade prevalece, os pequenos costumam tocar tudo o que encontram como facas, tomadas, vidros e portas – considerados os itens que mais oferecem riscos.  Por isso, nessa época de férias escolares a atenção dos pais é de extrema exigência, já que as crianças passam ainda mais tempo dentro de casa.  Os ferimentos mais comuns neste período são os esmagamentos de dedos e mãos em portas e janelas, queimaduras e cortes com vidros e objetos cortantes.

Com o intuito de diminuir os números de acidentes com as mãos é que a Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABCM) desenvolve a Campanha Nacional de Prevenção a Acidentes e Traumas da Mão, uma ação com o intuito de conscientizar a população sobre os acidentes diversos que podem ocorrer tanto em casa como no trabalho, e ainda, ressaltar a importância do especialista em cirurgia da mão no primeiro atendimento do acidentado, já que dele depende o resultado e a evolução do caso.  O pronto atendimento mal conduzido gera graves sequelas ao acidentado, podendo causar incapacidade funcional.

Para saber mais. acesse www.cirurgiadamao.org.br

  •  

Deixe uma Resposta