• Postado por Tiago

“É lamentável saber que o nosso prefeito e seu secretariado estão somente preocupados com a criação da guarda municipal armada, enquanto a maior parte da população sofre por falta de planejamento na área de saúde, habitação, educação e moradia. Trabalho diariamente nos bairros de nosso município e vejo de perto o caos que vem assolando as pessoas mais carentes de alguns bairros de nossa cidade.

Sinto que falta um trabalho voltado a pessoas que foram atingidas pelas cheias no bairro dos Municípios, Barranco, São Judas e Barra. A defesa civil interditou várias residências no município e até hoje nada foi feito. Agora está criando, junto com a rede Record, o tal Ressoar, em que pessoas escritas no programa reação/habitação e que possuem escrituras podem ter sua casa reformada, mas para isso terão que fazer um gasto de R$ 2 mil a R$ 3mil, sendo para construir pilares para que sejam colocadas as casas e nem todos têm condições ou serão beneficiados.

Preocupo-me muito com aqueles que não têm condições. Nosso município precisa urgentemente de programas que ajudem as pessoas que sofreram com as cheias deste ano. Na área da segurança, realizar trabalhos voltados à prevenção, com a criação de um Cip com capacitação profissionalizante, onde os jovens infratores poderiam ter oportunidade de aprender pintura, artesanato, desenho, música, artes plásticas, sendo acompanhados por profissionais nas áreas psicológica, terapêutica, de assistência social e de um professor, para que venham a se tornar cidadãos e capazes de integrar-se novamente à sociedade e à comunidade.

Na área de educação, realizar projetos voltados aos jovens, com criação de parques, centros com capacitação profissionalizantes e cultura, onde as crianças e adolescentes possam se sentir amparados e protegidos dos riscos das drogas e da violência que vêm dominando nossa cidade.

Talvez falte junto de seu governo pessoas capacitadas e que realmente queiram ou desejam ver seu governo dar certo. A população pediu mudança e merece uma resposta.

Quero eu dizer que é lamentável olhar, todos os dias em nosso município, crianças expostas ao crime por falta de atenção, pessoas sofrendo em suas casas por falta de medicação, outras vivendo em situações de caos por falta de um programa assistencial.

Basta. Hoje somos o município de maior arrecadação per capita, entre Itajaí, Camboriú, Itapema e outros. E não temos nem um hospital para atender a população. Enquanto discutem sobre a guarda municipal, crianças são expostas a crime e drogas, adultos sofrendo por falta de hospital, os atingidos pelas cheias sem solução para seus problemas.

Será que a guarda municipal é mais importante que as pessoas que sofrem por falta de saúde, cultura, educação e assistência social? Ou será que agradar grandes empresário do comércio vale muito mais, senhor prefeito?”

Ass: Rogério Moreira

(Transcrito ipsis litteris)

  •  

Deixe uma Resposta