• 24 jun 2009
  • Postado por Tiago

As licitações viciadas

A Justiça Federal recebeu ontem a denúncia do MPF contra seis pessoas e determinou o afastamento de dois deles, servidores públicos de Laguna, todos suspeitos de desviar verbas públicas federais.

?Na Ação Penal, foram denunciados o ex-prefeito de Laguna Adilcio Cadorin; o funcionário público municipal Remi Firmino Guedes, na época dos fatos, presidente da comissão permanente de licitação; o advogado Vilmar Sutil da Rosa, então secretário municipal de finanças; o vereador Ronaldo Siqueira Kfouri e seus filhos Ronaldo Siqueira Kfouri Júnior e Suellen Kfouri Pellegrin?. O esquema era aquele antigo, de apresentar testas-de-ferro pra concorrer em licitações de cartas marcadas.

O MPF contou também a incrível (mas infelizmente muito comum) história da ex-assessora municipal Claudia Nunes, que integrava a comissão permanente de licitação da Prefeitura de Laguna e descobriu a maracutaia:

?Ao presidir a comissão de licitação da merenda escolar (subvencionada por recursos federais, advindos do Ministério da Educação), percebeu que os valores estabelecidos no contrato da empresa vencedora eram superfaturados. Para evitar prejuízos aos cofres municipais, ela cancelou a licitação. A empresa vencedora era de propriedade da filha do vereador Ronaldo.

Ao invés de ser parabenizada pelo cuidado com a coisa pública, Claudia foi ameaçada pelo próprio vereador de dispensá-la do cargo de assessora de gabinete. Além disso, o prefeito Adilcio telefonou de Brasília, perguntando o motivo do cancelamento da licitação.?

Claro que é possível que algum recurso judicial devolva a famiglia aos seus afanazeres e que acabem, como tantos, liberados por falta de um carimbo. Em todo caso, o que não se pode é desanimar e parar de denunciar as ratazanas.

Pérolas do Diário Oficial

Detran-SC suspende a carteira da Ideli

A senadora Ideli Salvatti (PT) está na listinha de punições que o Detran-SC publicou no Diário Oficial do Estado do dia 26 de maio (página 18). Ali se informa que ela teve seu direito de conduzir suspenso por dois meses. E deverá voltar aos bancos escolares, para um curso de reciclagem.

Está, afinal, em boa companhia: é impressionante o número de parlamentares que dirigem mal ou não respeitam as leis de trânsito. Dia desses até um ministro do governo Lula, o Paulo Bernardo, do Planejamento, teve punição semelhante, no Paraná.

Varredura na SC Parcerias

Está no Diário Oficial do Estado (de 22 de maio) o registro de uma licitação (pela modalidade convite) cujo objeto é a contratação de empresa que faça limpeza de linhas telefônicas, varredura de escutas e rastreamento de sinais de rádio freqüência nas dependências da SC Parcerias.

Hum? será que é um procedimento preventivo ou corretivo? A SC Parcerias, pelo jeito, está realizando ou vai realizar grandes negócios onde o sigilo é fundamental. Donde os cuidados com a arapongagem. O Ivo Carminatti, portanto, não está mais disposto a dar corda pra malandragem da oposição?

A fabulosa cornucópia

Têm toda a razão os servidores públicos estaduais de ficar chorando pitanga pelos cantos. Em qualquer repartição que se entre, civil ou militar, sempre tem alguém reclamando do aumento que não veio, da carreira bagunçada, da promessa não cumprida, da falta de critério para gratificações, do desnível injusto entre um e outro? Tudo porque faltam, ao governo, os recursos financeiros para arrumar a casa. É a explicação que, volta e meia, é dada.

Mas basta folhear o Diário Oficial do Estado, para ver que, se a grana é escassa nos contracheques e nos ajustes funcionais, abunda para outras coisas. O governo, pelo que se tem notado, estabeleceu suas prioridades. E entre destinar recursos para os fundos da secretaria do Knaesel (Turismo, Esporte e Cultura) e abastecer o Tesouro para corrigir as distorções históricas, prefere oxigenar os bolsos dos felizardos que têm eventos ou atividades nas áreas prioritárias.

Olha só (a relação a seguir, resumida, foi colhida numa única edição do DOE):

? R$ 190 mil para ajudar a importar outra escola de balé estrangeiro para o estado, o Mazowsze, para Criciúma (e vocês achando que era só o Bolshoi que levava graninha, né?); Como podem ver, não há a menor necessidade de incentivar grupos locais de dança folclórica, porque no exterior já existem coisas prontas, que é só pagar e trazer.

? R$ 140 mil para os estudantes da UFSC que foram participar do Baja SAE, uma competição tecnológica nos Estados Unidos;

? R$ 120 mil para a Federação Catarinense de Automobilismo realizar uma etapa do rally de velocidade em Pomerode (cidade que, por coincidência, tem como vice-prefeita a esposa do Knaesel);

? R$ 120 mil para a Federação Catarinense de Automobilismo realizar uma etapa do rally de velocidade em Tijucas;

? R$ 100 mil para estimular o futebol de salão feminino, via Associação Female Futsal;

? R$ 70 mil para o automóvel clube de Florianópolis realizar uma prova de kart;

? R$ 32 mil para patrocinar uma amazona, em apoio ao hipismo.

deolho24-ideli-lhs-mescolotto

Da esquerda para a direita, a senadora/motorista punida, Ideli Salvatti (PT), seu ex-marido, o ex-presidente do BESC e atual presidente da Eletrosul, Eurides Mescolotto e o nosso velho conhecido, LHS, que está usando nosso dinheiro pra importar mais uma escola de balé?

  •  

Deixe uma Resposta