• 08 jan 2010
  • Postado por Tiago

Embora não tenha estatísticas detalhadas, os entendidos no assunto dizem que a maioria dos casos de abusos sexuais contra dimenores rola dentro de casa e é praticado por algum parente da vítima. A doutora Ruth Hein indica que a melhor forma de evitar que a desgraceira aconteça é nunca tirar o olho de cima da criança. “As pessoas tem que tomar o máximo de cuidado e estarem próximas sempre”, explica.

Pro presidente do conselho tutelar do Balneário, Maycon Agne, o principal é a ação dos pais. “É hora dos pais orientarem melhor seus filhos sobre o que é certo e não”. Ele conta que no ano passado atendeu 72 casos de abusos sexuais contra os dimenores e acredita que as denúncias são importantes no combate a desgraceira.

Afirma que todos os casos denunciados são investigados e as fontes são mantidas em sigilo. As denúncias podem ser feitas para o telefone 47 9967-4050. A ligação pode ser feita a cobrar. Só não vale trote.

  •  

Deixe uma Resposta