• Postado por Tiago

Dia 29 de janeiro de 1999

É como disse o DIARINHO de ontem: abriu-se o festival de nojeira.

Primeiro foi a denúncia de que engarrafadores de água mineral estariam vendendo água torneiral por mineral.

Depois foi o arroz com perereca.

Aí o cidadão liga pro Menon, dizendo que o café do sacolão da prefeitura não prestava.

Anteontem, a incrível denúncia de que estavam vendendo água torneiral por mineral, acondicionada em vasilhame de detergente.

Por último, a consumidora encontra numa garrafa de água mineral uma barata dentro.

Pomba!

Porcaria tem hora.

xxx

A merda é que acontecem essas coisas, mas fica por isso. No caso da água torneiral por mineral, a Saúde diz que foi lá na Rio do Ouro, mas não deu resultado.

Em Itajaí foi pior. A Saúde de lá, demonstrando ser menos saúde que a saúde de Balneário, não deu bola.

Ainda mais que, no caso de água torneiral por mineral, o “uso e costume” em Itajaí é o de “dar em nada”.

xxx

Há dois anos, o DIARINHO denunciou que o distribuidor da Brahma tava vendendo, na Marejada, água torneiral por mineral. Aconteceu porra nenhuma.

No caso do arroz com a perereca não se tem, até agora, notícia de qualquer providência do governo municipal pra apurar o assunto.

Da mesma forma, não sabemos o que deu o caso do café do Menon.

(Continua na próxima edição)

  •  

Deixe uma Resposta