• 06 jun 2009
  • Postado por Tiago

Brincando com a opinião pública

Dia 19 de julho de 1998

Sempre temos dito e não nos cansamos de repetir: tratar com o prefeito Jandir ou com seu vice, João Macagnan, é uma beleza.

Agora, desceu pra arraia miuda, é phoda. Exceção do Enio.

Os caras, demonstrando falta indesculpável de um mínimo de lealdade, não pensam nem na imagem do governo de que fazem parte.

Vou dar um exemplo: o governo municipal abriu concurso público. Numa conjuntura como esta, com o desemprego sendo um dos maiores problemas da cidade, foram mais de três mil concorrentes: hoje são mais de 50 mil pessoas, entre candidatos participantes e parentes seus, ansiosos, esperando notícias, detalhes, resultados.

Aquilatamos isso pelo número de reclamações que temos recebido diariamente de pessoas, cobrando o governo municipal ao menos notícias.

Em vão!

Os merdas dos escalões inferiores se trancam. Não dizem nada, numa postura, no mínimo, desrespeitosa ao público.

O DIARINHO tem se batido pra saber alguma coisa.

Niente.

Na prefeitura disseram que quem coordenava o concurso era o Edson D´Avila, mas que ele estava em férias. Coisa absurda, um coordenador dum concurso dessa envergadura entrar em férias sem que o mesmo estivesse concluído.

Depois, disseram que era a Univali a responsável pela demora, porque esta contratara com a prefeitura a feitura do concurso.

No final não tivemos, nem da Univali, nem da prefeitura, uma informação correta.

Aí começa o buxixo.

Gente dizendo que tem mutreta, que os resultados são de carta marcada, o caraco.

Alguém, diante da tibieza dos escalões inferiores do governo, em sã consicência, pode criticar quem pense assim?

Olha, a falta de informação honesta sobre o assunto dá o que pensar.

  •  

Deixe uma Resposta