• 01 jul 2009
  • Postado por Tiago

Tem mesmo que ser vendida

Dia 21 de Agosto de 1998

Não tenho acompanhado com atenção, mas me parece que tão fazendo um puta alarde porque o governo do Estado quer vender a Casan.

Tem mesmo que vender aquela porra, que sempre funcionou como uma casa de puta.

Com um quadro de funcionários descategorizado, que entrou todinho na empresa pela porta dos fundos do apadrinhamento político, o serviço que a Casan presta à população de Santa Catarina é da pior qualidade.

Na Casan pontifica a irresponsabilidade. Vejam o caso de Itajaí: pode estourar aquela merda toda, que você telefona pro plantão e ele diz que emergência só pode ser atendida no horário do expediente. Já pensaram?

Dia desses estourou um cano em Cabeçudas. Cidadão telefonou, seis horas da tarde, comunicou e pediu que mandassem urgente alguém lá. Do outro lado da linha, responderam que não podiam fazer nada. A cambada de puto que trabalha lá já tinha saído. O caso só poderia ser atendido no dia seguinte.

E ficou, um cano de 10 polegadas, jorrando água uma noite inteirinha.

O pior aconteceu ontem: numa rua de bairro, a água tava saindo das torneiras, já misturada com sabão. Cidadão tomou aquela merda, quase morreu.

Por isso achamos que tinham mesmo que vender a Casan. Botar na mão da iniciativa privada, que ia botar aquela cambada de viado pra trabalhar.

xxx

Espremidinhas

* Gente do próprio PPB e PFL criticando a reunião do Amin mais o Jorgim, quarta-feita no Tiradentes. Diz que tinha mais automóvel do que gente. Mais carinha trepado no palco, que público. Expressão de uma funcionária da própria prefeitura, manifestada ontem ao colunista: “faltou povo”.

  •  

Deixe uma Resposta