• 08 jul 2009
  • Postado por Tiago

Abandonaram o Marcílio (parte II)

Dia 06 de setembro de 1998

Continuação da edição anterior

v v v

Um dia, aqui no DIARINHO, eu comparei o que o Comendador fez com o Marcílio, ao cidadão que pegou uma menina pra criar, deu de tudo pra ela, conforto, bons colégios, refino social, cultura, mas, na hora de casar, deixou-a cair nas mãos de um cafajeste.

v v v

O comendador fez isso.

Botou o Marcílio entre os principais clubes de futebol do Brasil, mas, quando Marcílio tava lá no topo, o comendador caiu fora, deixando-o nas mãos de vigaristas.

Ai, phodeu-se a porca.

v v v

Hoje tem alguns, que eu chamo de abnegados e que, até prova em contrário, tenho-os como gente de culhão, que tão fazendo o que prefeitura, grandões e cartolas não tiveram coragem de fazer, e, com sacrifício, estão dando sobrevida ao clube mais tradicional da cidade. Mas que, ao invés de serem ajudados, tem tido seu trabalho prejudicado. Por gente que teve o clube nas mãos, mas, arretou, arretou, ficou em cima, ficou em cima e não trepou. Se esses caras não tem culhão pra ir lá pra dentro, fazer melhor do que está fazendo o atual diretoria, que se manquem porra! Mas não atrapalhem!

v v v

Para mim, a salvação do Marcilio é transferir-se para Balneário. Lá tem governo municipal que o dará acolhida e amparo. Lá tem um empresariado pra frente. Lá tem marcilista de culhão, coisa que, ao que parece, não tem em Itajaí.

v v v

Era vender o Hercílio Luz, onde deve ter muita caveira de burro enterrada, usar o Estádio Municipal de Balneário como estádio do clube e fazer do Marcílio um dos clubes mais ricos e conhecidos do Brasil.

  •  

Deixe uma Resposta