• Postado por Tiago

Dia 13 de dezembro de 1998

Continuação da edição anterior

A primeira instituição a sofrer os rigores do AI-5 foi a imprensa. O sacana do Costa e Silva rabiscou sua assinatura no AI-5, horas depois censores milicos já ocupavam as redações dos jornais, que só podiam publicar o que eles permitiam.

vvv

Enfim, com o salvo conduto do AI-5 a milicada deitou e rolou. Matou, roubou, prendeu, cassou (e até capou) impunemente.

vvv

Por esse Brasileirão agora, aconteceram coisas incríveis, com respaldo do AI-5. Um jornalista de Brasília publicou que um playboy, filho de um ministro, tinha roubado numa loja. O jornalista ficou preso dois anos. Um torneiro mecânico comeu a empregada de um coronel em Copacabana no Rio. Ficou três anos na cadeia e foi deportado pro Acre. E tinha os dedo-duros. O cara não gostava dum sujeito, ia lá pros milicos dizer que fulano era comunista, e, no dia seguinte, o cara era preso. Porque primeiro eles prendiam e mandavam dar porrada. Pra depois saber se o cara era ou não inocente.

vvv

Naquele tempo, prenderam em Blumenau um pequeno agricultor, denunciado por ser seguidor do Brizola. O Capitão Rebelo, que era o inquiridor do batalhão de Blumenau, mandou prender o agricultor. Lá ficou ele mofando 30 dias na cadeia, findos os quais foi ouvido por Rebelo. E travou-se o seguinte diálogo.

– É verdade que o sr. é brizolista?

– Sou, sim senhor.

– Mas porque você é brizolista, aquele comunista comedor de criancinha de primeira comunhão?

– Ah, sô capitão é que o Brizola mandou dizê qui, si ele ganhá, ele vai dá pra nós, agricurtô, um tratô e dois japonês pra trabalhar pra nós.

vvv

O véio Dalmo foi preso por ordem do Capitão do Porto de Itajaí, um mulato frajola, metido a buceteiro, chamado Guaranys, porque, numa seção da Câmara o véio tinha pedido pra polícia fechar um bar de putas, que funcionava ali na rua Cônego Thomaz Fontes (perto da casa do Rodi), que o sacana do Guaranys freqüentava.

vvv

Esse foi o AI-5 e milico, tipo Guaranys, foi quem o “administrou”.

  •  

Deixe uma Resposta