• Postado por Tiago

Dia 7 de janeiro de 1999

Quando o DIARINHO aqui diz que o coitado do prefeito Jandir (ainda mais agora com a saída do Macagnan) tem que trabalhar sozinho, porque (agora) ele só conta mesmo com o Enio e o César (porque o resto é bugre, joga pra trás e faz gol contra), tem gente que acha que estamos exagerando.

vvv

Mas o DIARINHO tá noticiando hoje que o município de Itajaí é um dos poucos do Estado que não criou até hoje a Jari (Junta Administrativa de Recursos e Infrações), órgão criado pelo código de trânsito brasileiro.

vvv

A Jari é um colegiado composto de um representante do município, um da PM e outro da coletividade, e tem por finalidade julgar recursos das decisões que imponham penalidades aos notificados como infratores das leis de trânsito.

vvv

Qual o problema que a falta da Jari cria? Um problema sério: o perigo de declaração de nulidade de todas as multas e demais penalidades impostas a qualquer pessoa notificada como infratora da lei do trânsito, desde a vigência do Código até agora… Já pensaram?

vvv

O prefeito tem culpa disso? Absolutamente… O prefeito não é um “fac-fotum” que tenha de fazer tudo. Pra isso ele deveria ter assessores capacitados que o fizessem, o alertassem. Mas, infelizmente, Bellini não tem.

vvv

Vamos esperar que o prefeito conserte a cagada logo logo.

  •  

Deixe uma Resposta